Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos / História de vida

Polliana Aleixo conta detalhes sobre série internacional, carreira e planos futuros: "Valeu a pena"

Em uma entrevista exclusiva com a Máxima Digital, a atriz falou sobre suas produções

Gabriele Salyna Publicado em 25/05/2021, às 10h49

Polliana Aleixo conta detalhes sobre série internacional, carreira e planos futuros - Divulgação
Polliana Aleixo conta detalhes sobre série internacional, carreira e planos futuros - Divulgação

Polliana Aleixo é uma estrela! A atriz está nos olhos do público desde muito pequena e moldou sua carreira com projetos grandiosos. 

Uma super novidade para a trajetória na arte da jovem é uma série internacional. A artista está no elenco de The Journey, uma produção americana-brasileira a qual ela atua como uma das protagonistas. 

E ainda não acabou! A atriz também está entre os atores da novela Gênesis, da Record TV. 

Em um bate-papo exclusivo com a Máxima Digital, Polliana contou detalhes de seus projetos e falou sobre sua carreira. 

Confira tudo o que rolou na conversa!

MÁXIMA DIGITAL: Você já estrelou em filmes e novelas, qual deles você acha mais desafiador?

POLLIANA ALEIXO: "São muito diferentes, é difícil comparar. O tempo de execução de cada um, o fato da novela ser uma obra aberta e você ter que trabalhar com a resposta do público durante o trabalho, enquanto o filme é uma obra fechada, com uma construção de personagem com início, meio e fim. Eu gosto de compor histórias, independente do meio que vou contá-las."

MÁXIMA: Você tem algum trabalho que foi seu "queridinho"? Por que?

POLLIANA: "Tenho tanto carinho por cada personagem, é um processo tão longo que a gente se apega... Não tem como dizer um que eu goste mais ou menos, mas alguns marcam pelas experiências que nos trazem, sem dúvida. A Bárbara, de Em Família, é essa personagem marcante, até hoje as pessoas falam muito disso comigo, tenho muita gratidão por ter tido a oportunidade de contar essa história."

MÁXIMA: Como foi atuar como uma das protagonistas na série americana-brasileira "The Journey"?

POLLIANA:  "Pra mim, foi um grande marco porque aprendi muitas coisas e entendi o que queria fazer e qual caminho seguir, dentro da minha profissão. Me trouxe mais direcionamento e perspectiva. Também me trouxe mais possibilidades, porque me vi atuando em outra língua e isso me trouxe segurança. Adoro esse sentimento de "será que eu sei fazer isso?" e depois do trabalho concreto, olhar e sentir orgulho por ter feito, mesmo que me questionando, às vezes. Mas essa sensação de me surpreender comigo mesma traz mais movimento pra minha vida, acho que manter o espírito de aluno vivo é importante para estar em constante evolução, não só na profissão, mas na vida."

MÁXIMA: Como surgiu o convite?

POLLIANA: "Foram duas etapas de teste. Na verdade, na primeira, eu jurava que era uma professora de inglês, e não uma personagem que falava inglês full time. Só quando eu passei para a segunda fase que entendi do que se tratava. E eu estava viajando, na fazenda de uma amiga, praticamente sem sinal. Pegamos o carro e um bom chão de estrada para conseguir mandar meu teste. Foi toda uma movimentação da minha amiga e da família dela. Ainda bem que passei, assim pode dizer que valeu a pena no final [risos]."

MÁXIMA: Como você se preparou?

POLLIANA: "Eu já falava inglês fluente, mas até brinquei com o diretor, na época, que minha prova de nivelamento foi passar no teste, justamente porque aprendi sozinha e não tinha essa noção clara. Porque a ideia é que além de falarmos inglês, é que não tivesse sotaque, então foi um trabalho de limpeza mesmo, pra ficar com um inglês de nativo. Eu acabei gostando tanto que, hoje em dia, um dos estudos que mais gosto de me aprofundar é de línguas e sotaques, descobri uma verdadeira paixão por isso."

MÁXIMA: Você está no elenco de Gênesis. Como é sua personagem?

POLLIANA: "A Paltith é uma personagem que, de fato, existiu na bíblia e carrega uma grande história com ela. Depois que a cidade em que ela e a família moravam é destruída e sua mãe fica para trás, ela se refugia numa caverna com seu pai e sua irmã. Na época, a coisa mais importante era dar continuidade para a família, para sua descendência, e, num ato de desespero, a Paltith se deita com o pai para que isso seja possível. É uma história intensa e uma personagem forte que traz muitas questões morais, sociais e políticas à tona. Eu fiquei lisonjeada com o convite quando me ligaram. Conhecia essa passagem, mas no processo de pesquisa, fiquei impressionada com a quantidade de quadros famosos inspirados nas filhas de Ló. Eu gosto de estudar, aprender coisas novas, principalmente sobre arte e história e a Paltith me permitiu isso."

MÁXIMA: E as gravações na pandemia, como são feitas?

POLLIANA: "Um dos motivos de sairmos do Brasil foi justamente esse. Aqui, boa parte da população já está vacinada, na verdade, o que ajuda, mas mesmo assim existem inúmeros protocolos. Somos dividimos em grupos aqui, por exemplo, o meu grupo é o que é testado todo dia. Nós, literalmente, fazemos PCR todos os dias aqui no hotel, onde está hospedado o elenco e direção, e só podemos ter contato com pessoas do mesmo grupo que testa todo dia. Todos temos muita atenção e responsabilidade, dentro e fora do set."

MÁXIMA: O que podemos esperar da Polliana em 2021?

POLLIANA: "Nossa, acho que tem sido o ano que mais tive trabalho, em toda minha vida! Estou com a agenda fechada já, na verdade, começando a ver o ano que vem. O mais louco é que boa parte disso ainda vai levar um tempo para ser lançado, então 2021 é um ano de transição, de trabalho e plantio. Sinto no coração, que de mudanças também. Eu tenho me sentindo nesse momento de transição naturalmente pela idade, e isso reflete no meu trabalho, de certa forma. Estou realizada com as oportunidades que venho tendo e muito ansiosa para colocar esses projetos no mundo logo."

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI