Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » Entrevista

Psicóloga comenta relacionamento de jogador Hulk com sobrinha da ex-companheira

Ellen Moraes Senra fala sobre como prosseguir nesse tipo de situação familiar

Máxima Digital Publicado em 26/12/2019, às 17h03

Psicóloga comenta namoro de Hulk com a sobrinha da ex-companheira
Psicóloga comenta namoro de Hulk com a sobrinha da ex-companheira - Instagram

Babado, confusão e gritaria!

A história envolvendo o jogador de futebol Hulk, sua ex-esposa Iran Ângelo e Camila, sua namorada, está movimentando a web com as novidades envolvendo a família. 

ENTENDA A HISTÓRIA

Após 12 anos de união, o craque e Iran iriam oficializar a relação, mas pegaram seus seguidores de surpresa ao anunciarem, no meio deste ano, sua separação. 

Meses depois, em outubro, o atleta começou seu relacionamento com Camila. O que movimentou a trama foi: a gata é sobrinha de sua ex-companheira. O namoro dos dois foi assumido para o público apenas em dezembro e deixou a internet enlouquecida. 

Há quem diga que Camila era a sobrinha preferida de Iran, afinal as duas sempre eram vistas juntas nas redes sociais. 

Hulk tem três filhos com a ex-companheira: Ian, Thiago e Alice

ENTREVISTA

A Máxima Digital conversou com a psicóloga e especialista em terapia comportamental Ellen Moraes Senra para entender o comportamento familiar envolvido no caso. 

Máxima Digital: Podemos dizer que a ex mulher do jogador pode se sentir duplamente traída? Mesmo que o relacionamento entre o ex e a sobrinha tenha começado após o fim do casamento esse sentimento pode aparecer?

Ellen Moraes Senra: Sem dúvidas. Quando você vive um relacionamento com uma pessoa e alguém do seu meio social, seja familiar ou amigos, convive com o casal, você pode sim se sentir traída, ainda que o relacionamento tenha começado após o término do relacionamento antigo. De qualquer maneira, já demonstra que havia um interesse prévio, porque essas coisas não acontecem da noite para o dia. Então é comum se sentir duplamente traída. 

Máxima: Como tentar seguir após se sentir traído?

Ellen: A sensação de ser traído funciona como o luto. É uma perda muito grande que você tem, uma decepção grande, porque você confia naquela pessoa, caso não fosse assim, você não estaria se relacionando com ela. O que você precisa realmente é passar por todas as fases do luto. Passar pela negação, pela barganha, começa a se questionar onde você errou, o que você pode ter feito, quando na realidade não é uma questão que tem a ver com quem foi traído, e sim, com caráter e com a conduta de quem traiu. O problema não é a pessoa ter se interessado por outra, e sim, ou ficar com alguém que sabe que vai machucar a outra, ou ficar com alguém enquanto está com a outra pessoa. 

Máxima: Como a ex lida com essa situação sabendo que a atual é da família dela?

Ellen: Acredito que não tenha muito para onde fugir. A pessoa é da família dela, mas eu acredito que, dentro do possível, ela deva ignorar e tentar cortar essa pessoa da vida dela, porque, claramente não é uma pessoa confiável. Não que ela não possa ter se apaixonado, não quer dizer que ela tenha feito de propósito. O fato é que ela feriu o sentimento da tia, então é uma situação que o que a pessoa pode fazer é tentar cortar, tentar evitar estar nos mesmos locais para tentar não se sentir mais ferida do que já está.

Máxima: Que tipo de doenças psicológicas a ex pode sofrer?

Ellen: Não gosto muito de falar em doenças psicológicas quando o assunto é traição, relacionamento, porque o que acontece são etapas que são as mesmas do luto. Dentro delas, pode vir a tristeza profunda, que às vezes, se confunde com a depressão ou que de fato pode evoluir para uma depressão se não for bem acolhido, bem tratada essa emoção. Qualquer um está suscetível a passar por isso. 

Máxima: É importante a ex buscar ajuda psicológica?

Ellen: Se não estiver sabendo lidar bem com a situação, sim!

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI