Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Gugu Liberato » Adeus

Ao ver dor de Maria do Céu, Fábio de Melo lamenta com declaração de chorar: ''Como eu gostaria de aliviar o que te pesa''

Padre Fábio de Melo emociona ao dedicar texto de chorar à Maria do Céu

Máxima Digital Publicado em 29/11/2019, às 11h42 - Atualizado às 11h47

Padre Fábio de Melo se solidariza com mãe de Gugu Liberato
Padre Fábio de Melo se solidariza com mãe de Gugu Liberato - Instagram

Fábio de Melo, assim como tantos artistas e personalidades famosas, se solidarizou com a dor intensa que a família de Gugu Liberato tem sentido nos últimos dias.

Após ser exibido na televisão o exato momento do sepultamento do apresentador, o padre, relembrando sua própria história, tirou uma foto do rosto de Maria do Céu e escreveu um texto que emocionou a todos os seus seguidores.

"Maria do Céu. Mas tão presa às dores da terra. Teu filho desce ao chão, tua dor dilacera o ventre, parto às avessas, movimento contrário que faz a vida estabelecer e manter o teu caos. Eu vejo muitas dores todo dia. Mas nenhuma estilhaça a alma quanto a tua. Maria do Céu, ó Maria do Céu, como eu gostaria de aliviar o que te pesa, secar o choro que te cansa, fazer partir o desespero que te assola. Permita-me te abraçar à distância, fazer contigo o mesmo que precisei fazer, duas vezes, com minha mãe: oferecer-me para sofrer contigo. Quando uma mãe precisa sepultar o seu filho, Maria do Céu, tudo o que sabemos da vida parece não fazer mais sentido".

Diante de palavras tão lindas, Leda Nagle comentou: "Triste demais. Dilacerante".

Ao que Padre Fábio de Melo respondeu: "A cena mais triste, minha amiga. O olhar dela vendo o filho ser sepultado".

SEPULTAMENTO

O último adeus a Gugu Liberato aconteceu na manhã desta sexta-feira, 29.

O corpo apresentador foi enterrado ao lado do pai que, há exatamente 10 anos, também foi sepultado no mesmo cemitério, localizado na Zona Sul de São Paulo.

Mesmo após 24h de velório, os fãs e amigos fizeram questão de acompanhá-lo até o momento do enterro e aplaudiram, repletos de amor, todos os familiares na hora que eles chegaram ao local junto ao corpo.

Em homenagem aos Liberato, o público cantou, repetidamente "Ei, Gugu, já disse que te amo hoje?" até o último momento.

Quanta emoção! Aos 18 anos, João Augusto recebeu o abraço carinhoso da mãe, Rose Miriam, sob o grito de "Força, família" de todos que estavam em volta. 

Fotos: AgNews

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI