Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
LGBT / Parceria

Aplicativo repete parceria com Quebrada Queer para novo trabalho

O app Scruff patrocinou mais um projeto do Quebrada Queer, primeiro coletivo de rap LGBTQIA+ do mundo

Máxima Digital Publicado em 04/05/2022, às 12h20

Aplicativo repete parceria com Quebrada Queer para novo trabalho - Instagram
Aplicativo repete parceria com Quebrada Queer para novo trabalho - Instagram

O coletivo Quebrada Queer, primeiro grupo de rap LGBTQIA+ do mundo, lançou seu álbum HoloForte

Com as vozes de Boombeat, Guigo, Harlley, Murillo Zyess e Tchelo Gomez, o novo trabalho chegou às plataformas digitais, via ONErpm.

Em um retorno potente, após o lançamento de “ABC do QQ”, o álbum, patrocinado pela marca global Converse, chega acompanhado de videoclipe, já está na plataformas o clipe METRALHADA, da Quebrada Queer que tem patrocínio e presença de marca do Scruff.

"Para a finalização do álbum, tivemos o apoio da Converse e a dedicação do Comboio Records na Captação e mixagem, além de NxName, que ficou com a masterização e pós produção, e isso foi fundamental, já que é uma das etapas mais importantes e que talvez mais precise de investimento e atenção, pois a qualidade do trabalho como um todo está diretamente ligada! Converse, é uma marca parceira de longa data, e, inclusive, temos muitos projetos lindos juntos, para esse ano”, afirmou Tchelo.

O título "HoloForte" sugere a mistura etimológica das palavras "holograma" e "forte", para apresentar uma visão futurista e tridimensional das pautas abordadas no álbum, trazendo à tona os assuntos do cotidiano da nossa sociedade e apresentando uma nova visão que sugere o olhar para os novos tempos, reconhecendo a importância do passado e sua origem (como em um holograma).

"A ideia do nome surgiu de uma reflexão que eu vinha fazendo a respeito do Quebrada como um todo sabe!? Desde nossa estreia, comecei a perceber a função que nós, enquanto grupo, tínhamos dentro desse cenário. O QQ sempre foi como uma espécie de holograma do futuro, a gente inconscientemente sempre refletiu (como um reflexo, mesmo), o que as diferentes quebradas desse Brasil poderiam ser e fazer de alguma forma. Sempre foram cinco reflexos, ideias, e possibilidades projetadas para o mundo, como um verdadeiro holograma. E isso foi se transformando numa potência, numa força maior depois que nos juntamos. Marcas importantes passaram a acreditar em nós, pessoas que sempre foram referências acreditando no que fazemos, e uma galera que também imaginava e projetava uma visão diferente pros seus futuros, conseguiram enxergar essa mensagem e passaram a fazer parte disso com a gente. E isso nos tornou mais fortes! Não tinha outro nome mais apropriado pra esse primeiro álbum. HOLOFORTE ! É perfeito", continuou Guigo.

"HoloForte", que conta com 10 faixas autorais, traz uma mistura de ritmos peculiares, combinações imprevisíveis e um novo olhar para o que tem na música popular brasileira. Transitando e misturando ritmos. O álbum, produzido por Apuke, Comboio Records, Skye e NxName ressignifica a construção de ritmos e sugere uma sonoridade global, tridimensional e forte, pois o futuro e a globalização da música está na mistura dos seus variados ritmos, estilos e elementos.

“Musicalmente, o Quebrada Queer se encontra em um local amplo, usando o rap como comunicação em batidas que sempre admiramos e achávamos distantes da nossa sonoridade de quando tudo começou. Isso é fruto do amadurecimento coletivo que passamos durante esses 3 anos, e tem sido libertador ouvir nossas vozes soando tão diferente”, concluiu Harlley.

Perguntados sobre como foi a produção do álbum, o coletivo se mostrou bem empolgado.

“Nosso processo de criação pro HoloForte foi muito mais dinâmico. Dessa vez, além da Apuke, tivemos outros beatmakers e produtores somando forças com a gente, diversificando ainda mais a experiência do álbum. O mais interessante, é que no final percebemos que todas as faixas se conectaram naturalmente, fazendo com que o álbum conte uma história. Você vai se divertir, dançar, celebrar, se apaixonar e se emocionar a cada track”, comentou Murilo.

Luara continuou: “Acredito que o fato das faixas se conectarem naturalmente é por todos estarmos muito presentes no curto processo de criação que tivemos. Não foram músicas feitas com muita distância de tempo uma da outra, o que acabou trazendo uma identidade mais sólida, que mesmo falando sobre assuntos diferentes, estávamos vivendo uma fase em específico, cada um de nós, transmitido em forma de música para um projeto que vai ser consumido e entendido como um todo.”.

ORDEM DO ÁLBUM "HOLOFORTE":

1. Autêntica

2. S2

3. ABC do QQ

4. METRALHADA

5. Tá Calor

6. nós (Não+)

7. 100 REPEAT

8. Fragmentos

9. Eu Não Saio

10. Colheita


Sobre a ONErpm: Fundada em 2010, a ONErpm é uma empresa global de soluções de música com 26 escritórios e estúdios em 16 países. Abrangendo distribuição, soluções de gravadoras, produção de conteúdo, distribuição e um grupo de marketing inovador que inclui equipe interna que cuida de anúncios e influenciadores, a ONErpm tem um histórico ao oferecer suporte local e global a artistas e criadores em qualquer estágio de suas carreiras.

Além disso, a tecnologia da ONErpm oferece aos criadores e proprietários de conteúdo uma infinidade de ferramentas de distribuição/serviços, inteligência de negócios, contabilidade e soluções globais de pagamento, facilitando as operações diárias em um ambiente de negócios de música cada vez mais complexo, global e dinâmico. Com o objetivo de maximizar o valor da música, a ONErpm é líder em novas oportunidades de receita e opera uma das maiores redes multicanais do YouTube (MCN), cujos canais geram mais de 10 bilhões de visualizações todos os meses.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI