Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
LGBT / Trans

Pessoas trans são impedidas de sair da Ucrânia durante invasão da Rússia

A questão das pessoas trans envolvem documentos e, por isso, elas não conseguem deixar a Ucrânia durante invasão da Rússia

Máxima Digital Publicado em 03/03/2022, às 11h00

Pessoas trans são impedidas de sair da Ucrânia durante invasão da Rússia - Internet
Pessoas trans são impedidas de sair da Ucrânia durante invasão da Rússia - Internet

As pessoas trans estão enfrentando uma dificuldade em sair da Ucrânia durante a invasão da Rússia. 

De acordo com informações da VICE, elas estão presas no país e têm suas vidas ameaçadas. 

Segundo duas mulheres trans, elas não conseguiram deixar a Ucrânia porque todos seus documentos apontam suas identificações de gênero como "masculino" e usam seus "nomes de batismo".

Durante o período de conflito, a Ucrânia determinou que homens entre 18 a 60 anos não podem deixar o país e, no local, não há uma política de gênero adequada para as mulheres trans, que são consideradas como "homens" pela legislação nacional. 

De acordo com informações da reportagem divulgada, uma mulher trans chegou a ser obrigada a entrar no exército e atuar na linha de frente do combate como um homem. 

Analisando a delicada situação, alguns grupos que batalham pelos direitos humanos orientaram que essas mulheres que buscam sair do país "percam" suas identidades. Porém, há outro medo: como elas serão recebidas nos postos de acolhimento? Também, essa é uma questão que não há uma resposta certa. 

Sendo assim, para essas mulheres, há um risco de ficar na Ucrânia, mas também há perigo caso saiam de lá.

As pessoas trans podem obter o reconhecimento legal de gênero no país, porém, o processo ucraniense considera um ato abusivo por "violar os direitos à privacidade e integridade física", considerando que eles precisam "provar seu gênero".

"Assim como centenas de pessoas trans na Ucrânia, eu sou mulher, mas tenho ‘homem’ em meu passaporte e documentos, então esta é uma guerra dentro de outra guerra (…) há centenas de pessoas presar, vivendo vidas miseráveis (…) Precisamos de pessoas para escrever para seus políticos e instituições de caridade para nos ajudar", disse Zi Fámelu, uma mulher trans.

BBB: A Prova do Líder deve ser:

  • Sozinho
  • Em duplas
ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI