Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
LGBT / Representatividade trans

Representatividade trans: Conheça a modelo Gabrielle Gambine, que desponta no mundo da moda e se prepara para estrear na TV

Sobrinha de Roberta Close, ela é nome do momento no mercado fashion

Máxima Digital Publicado em 19/07/2021, às 10h58

Conheça a modelo Gabrielle Gambine, que desponta no mundo da moda e se prepara para estrear na TV - MIX Models
Conheça a modelo Gabrielle Gambine, que desponta no mundo da moda e se prepara para estrear na TV - MIX Models

Nascida no Rio de Janeiro, a modelo Gabrielle Gambine vem fazendo bonito no mercado da moda. 

Aos 23 anos, a jovem modelo coleciona em seu currículo trabalhos para prestigiadas grifes.

O talento vem de família. Sobrinha de Roberta Close, Gabrielle começou sua carreira no mundo da moda com 18 anos por incentivo de amigos que trabalhavam no mercado.

"Eu me divertia durante o processo criativo e, com o passar do tempo, vi a possibilidade de fazer desta a minha profissão", contou a artista.

Das passarelas e campanhas, Gabrielle estreará em um novo desafio: ela está se preparando para sua primeira experiência nas telinhas. 

A artista é uma das confirmadas no elenco da segunda temporada de Verdades Secretas, novela de Walcyr Carrasco, na TV Globo. 

Despontando em um cenário que demanda representatividade, Gabrielle pretende usar a moda e a atuação na TV como plataformas para inclusão e respeito às pessoas trans e travestis.

"Há um longo caminho a percorrer na luta contra o preconceito, por isso precisamos evoluir questões que naturalizem a diversidade humana. É muito representativo ocuparmos todos estes lugares. O audiovisual e a moda têm o poder de abrir discussões que, muitas vezes, ainda são tabus. Quando o grande público vê pessoas trans sendo amadas, respeitadas e construindo histórias fora da marginalidade, fortalecemos este imaginário. Isso nos motiva a continuar em movimento, buscando reafirmar nossa humanidade e dignidade na sociedade. Queremos ser percebidos e, sobretudo, respeitados", refletiu.

Com aguçado apreço pelas artes, Gabrielle concilia a moda e a interpretação com outra paixão: a ilustração.

Ela é graduanda em Gravura na Escola de Belas Artes da UFRJ e integra o coletivo de serigrafia @fudidasilk, formado por pessoas LGBTQIA+ e que busca a intersecção entre arte e moda.

"Realizamos colaborações e ações importantes, para somar na formação de pessoas desses grupos, propondo parcerias e oficinas e tendo como meta que todos consigam mais autonomia para capitalizar, independente do 'CIStema', alavancando novas perspectivas e possibilidades. Acredito que a união de forças pode transformar realidades e esse é um dos valores do coletivo. São contribuições singelas, mas que causam um efeito positivo na sociedade", contou. 

 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI