Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Na TV » Big Brother Brasil

BBB: Saiba como estão os últimos 10 campeões do programa e o que fizeram com o prêmio

Em entrevista ao Hugo Gloss, os dez últimos vencedores abriram o jogo sobre como gastaram o dinheiro

Máxima Digital Publicado em 27/04/2020, às 15h02 - Atualizado em 02/05/2020, às 15h02

Saiba como estão os últimos 10 campeões do programa e o que fizeram com o prêmio
Saiba como estão os últimos 10 campeões do programa e o que fizeram com o prêmio - Globo

Na noite da segunda-feira de 27 de abril, aconteceu a Grande Final do Big Brother Brasil 20. Na disputa, estavam Manu Gavassi, Rafa Kalimann e Thelma Assis para ganharem o prêmio de R$1,5 milhão.

Quem levou a grante - e tão esperada - quantia foi a anestesista Thelma!

Mas com esse assunto tão presente na vida dos brasileiros, algumas curiosidades começaram a surgir. Como estão os outros vencedores do programa?

Pouco antes da grande final, em entrevista ao Hugo Gloss, Marcelo Dourado (BBB10), Maria Melilo (BBB11), Fael Cordeiro (BBB12), Fernanda Keulla (BBB13), Vanessa Mesquita (BBB14), Cézar Lima (BBB15), Munik Nunes (BBB16), Emilly Araújo (BBB17), Gleici Damasceno (BBB18) e Paula von Sperling (BBB19) abriram o jogo e contaram que fim deram aos prêmios ganhos nas respectivas edições. Para completar, revelaram alguns detalhes sobre suas carreiras e apontarem suas favoritas ao título de campeã do BBB20.

Marcelo Dourado:

O polêmico Dourado investiu o prêmio nos estudos. "Fiz vários cursos relacionados a educação física, treinamento físico, de especialização na área", contou. Atualmente, o lutador de Jiu-jitsu se aprimorou na arte marcial japonesa, custeando viagens e treinamentos. "Isso foi o principal que eu pude conseguir. Pra quem não tinha nada, foi o início pra construir uma vida com um pouco mais de conforto. Eu acredito que a maior prosperidade que a gente pode transformar é em estudo, em conhecimento", ressaltou.

O gaúcho seguiu na carreira de atleta, competindo regularmente pela Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu e participando de campeonatos mundiais todos os anos nos Estados Unidos. Contudo, não é apenas como atleta que ele ganha a vida, ele dá um curso de defesa pessoal para a formação de policiais militares e ministra seminários sobre a luta para praticantes em geral.

Por causa da pandemia do coronavírus, Dourado começou a dar aulas de treinamento através de uma plataforma online. 

Sobre a torcida para a edição para o BBB20, o campeão lamentou a saída de Babu."Ele era um personagem legal, interessante, com uma cultura boa sobre debates sociais, históricos sobre cinema, televisão, música. Se eu tivesse lá trocaria uma ideia e ficaria amigo do Babu, com certeza. Ele que me interessou pelo programa", comentou. Não declarou torcida para nenhuma das finalistas atuais, mas desejou sorte.

Maria Melilo:

Em 2011, no mesmo ano que ganhou o prêmio, Maria descobriu um câncer no fígado. Na época com 27 anos, a vencedora ficou longe dos holofotes e usou parte do valor ganho para fazer o tratamento contra a doença, que culminou na retirada de 70% do órgão em uma cirurgia. O prêmio ainda proporcionou a compra de um apartamento e investimento do restante em aplicações.

Atualmente, ela está de quarentena em sua residência e tem usado o tempo para se aprimorar em diversos cursos de cinema. Sobre a edição atual do programa, ela lamentou a saída de Babu, por quem torcia. "Ele é o grande Big Brother!", confessou.

Fael Cordeiro

O campeão da 12ª edição, comprou sua própria fazenda, onde trabalha como veterinário, voltado para a reprodução bovina. "Sempre junto com minha família, que sempre foi meu esteio forte", reforçou.

O fazendeiro preferiu não citar nomes quando questionado sobre sua torcida: "Sem demagogia, eu realmente torço para aquela que seja a mais querida pelo público em geral e não aquela que tenha mais torcidas organizadas, que combinando votações em mutirão possam mudar o resultado", falou.

Fernanda Keulla

A loira continua presente nesta edição apresentando o Rede BBB e revelou que cumpriu a promessa de usar o prêmio para beneficiar a própria família. "Assim que recebi, transferi o valor total para a conta do meu pai, que usou para reformar nossa casa na minha cidade Carmópolis de Minas, financiou os estudos da minha irmã que se tornou médica, fez doações e investiu", disse.

"Quanto a mim, vivo do meu trabalho e sou muito satisfeita e feliz por ter ajudado minha família, alguns parentes, amigos e a pessoas que necessitam", acrescentou. Para completar, ela falou: "Desde que eu saí do meu BBB me dedico à carreira de apresentadora e repórter, primeiro no Multishow, depois na Globo Minas e há 3 anos na TV Globo, entre Vídeo Show e BBB", concluiu. Como trabalha diretamente com o programa, a apresentadora não declarou sua torcida para esta edição.

Vanessa Mesquista

Apaixonada por animais, Vanessa investiu o prêmio em sua graduação em Medicina Veterinária, em que cursa o último ano. Ela abriu uma clínica para trabalhar e criou uma ONG de apoio e defesa animal, o Instituto Pet Van (@institutopetvan).

"Comprei uma casa maior e trouxe minha família buscapé para morar comigo junto com meus 15 cachorros, 7 gatos e meu porco. E tenho um fundo de investimentos aplicado fora do Brasil", falou. 

Além dos estudos, da clínica e da ONG, a loira ainda tem contratos com empresas de suplementos e beleza. "Mas trabalho muito mais no setor para pets por causa do meu amor pelos bichos", confessou. Sobre esta edição, ela abriu o jogo: "Eu adoro a Thelminha e a Manu".

Cézar Lima

Além de apoiar a família, o economista também investiu parte do prêmio. "Essa conquista transformou profundamente minha vida e da minha família, me inserindo em um novo patamar, pois vim de uma família muito humilde. Com o prêmio, tive a oportunidade de doar uma casa para minha mãe, bem como aposentá-la. Constituí minha família e fiz aplicações no mercado financeiro", detalhou.

Após o programa, Lima concluiu os estudos em Direito e agora atua na área da advocacia."Quando entrei no BBB estava no nono semestre da faculdade de Direito. Após a vitória, concluí minha faculdade, bem como passei na OAB e comecei a advogar, me consolidando nessa atividade. Paralelamente, mantenho um canal do YouTube para matar a saudade da telinha que também é uma das minhas paixões!", concluiu.

O campeão tem acompanhado fielmente ao BBB20. Segundo ele, duas participantes o encantaram pelos projetos que tocam e pela representatividade. "A Thelminha, pelo exemplo e inspiração de força, batalha, luta e superação que apresenta para todas as jovens, além de sua atuação sensata e de posicionamento", comentou.

"Enquanto que a Rafa sobreleva-se à luta travada nos projetos sociais com a população mais vulnerável da África do Sul, bem como o objetivo dela de destinar o valor do prêmio para a obra de caridade. Sendo assim, se o público optar por ela estará em boas mãos o prêmio também!", concluiu.

Munik Nunes

A vencedora do BBB16 repartiu o valor do prêmio conquistado. Uma parte do valor foi repassado aos pais da goiana, e o restante foi investido em ações e imóveis: "Dei a metade do valor do prêmio para os meus pais, a outra metade eu investi em imóveis de início e hoje invisto em ações na bolsa", detalhou.

Com mais de 8 milhões de seguidores no Instagram, a jovem agora se dedica inteiramente à carreira de digital influencer. "Me tornei influenciadora digital e estou muito feliz! Amo o que eu faço! Não me vejo fazendo outra coisa. Estou muito realizada com a minha carreira", acrescentou

Como não acompanhou a edição do BBB20, a goiana não declarou torcida a nenhuma das finalistas.

Emilly Araújo

O prêmio da 17ª edição do programa mudou a vida de Emilly por completo. Além de amparar a família, a gaúcha pôde ajudar com as despesas escolares do sobrinho. "O prêmio me trouxe um leque de opções, e a principal delas foi a de ajudar minha família, que é a minha prioridade. A educação do meu sobrinho e afilhado também é muito importante para mim. E vê-lo cada dia mais esperto e inteligente, estudando na escola que escolheu é uma vitória", falou.

A influencer também investiu parte do dinheiro. "Busquei investir da melhor forma pensando no futuro. Procurei saber mais sobre educação financeira, afinal é essencial para tomarmos decisões certas. E vivo do meu trabalho, não do prêmio que segue investido", concluiu.

Além de trabalhar como digital influencer, Emilly apresenta o programa Topzera da Rede TV, que mostra bastidores de shows sertanejos. Ela confessou que não assistiu a essa edição do reality, portanto, não teria como escolher uma candidata favorita ao prêmio.

Gleici Damasceno

A acreana usou parte do valor ganho para presentear a mãe com uma casa própria. O restante do dinheiro, investiu. "Eu comprei a casa pra minha mãe e todo restante que ganhei e ganho faço investimentos", confessou.

Ingressando no mundo da atuação, Damasceno teria dois projetos lançados neste ano, que acabaram tendo a estreia postergada por conta da pandemia do novo coronavírus. "Estou estudando teatro. Ano passado gravei dois longas que seriam lançados agora em maio, mas vamos ter que esperar isso tudo passar. Espero que passe logo e da melhor forma possível", falou.

A campeã declarou sua torcida nesta edição e explicou os motivos de sua preferência."Acho Manu e Rafa incríveis e o Babu também, mas tenho maior identificação pela Thelma. Enxergo nela alguns valores que aprendi durante a minha vida. E acho que essa edição tem que ter uma mulher como representante", comentou.

Paula von Sperling

Paula não pode reclamar os prêmios do BBB19. Ela não só foi eleita campeã do programa, como também ganhou três carros e uma cozinha equipada durante as provas da edição. "Com o prêmio principal de R$ 1,5 milhão, paguei as contas pendentes da minha família, e o restante investi em renda fixa e variável. Já a cozinha, dei pra minha mãe de presente, dei um carro de presente para o meu pai, e os outros 2 eu vendi", revelou.

Atualmente, ela trabalha como influenciadora digital, e tem alguns projetos misteriosos em andamento. "Venho trabalhando em um projeto pessoal incrível, que lançarei o mais breve possível", avisou.

A loira também se mostrou muito contente com o trio de finalistas dessa edição do reality. "Tá uma final linda!!! Acho que todas merecem, mas a minha torcida vai para a Rafa, pela causa que ela apoia", se referindo aos trabalhos voluntários que finalista realiza em Moçambique.