Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Na TV » Éramos Seis

Éramos Seis: Alfredo despreza amante rica e ela rasteja aos seus pés

O filho de Lola voltará da guerra mudado e não vai querer mais ficar com Karine

Máxima Digital Publicado em 19/02/2020, às 15h00

Alfredo vai à forra e faz amante rica se rastejar aos seus pés
Alfredo vai à forra e faz amante rica se rastejar aos seus pés - TV Globo

Em Éramos Seis, Alfredo (Nicolas Prattes) não só se livrará do emprego na loja de Assad (Werner Schünemann) como também dispensará a mulher do patrão.

Segundo o portal Notícias da TV, desesperada ao ser abandonada pelo rapaz, Karine (Mayana Neiva) vai se rastejar aos pés dele. Ela, porém, será pisada sem dó nem piedade pelo filho de Lola (Gloria Pires). 

O irmão de Carlos (Danilo Mesquita) retornará para a capital paulista traumatizado pelo que passou na Revolução de 1932. Disposto a encontrar um novo rumo para sua vida, ele pedirá demissão a Almeida (Ricardo Pereira).

Assim que ouvir a voz do amante, a madrasta de Soraia (Rayssa Bratillieri) surgirá por entre as pilhas de tecido, interessada em retomar o tempo perdido no campo de batalha. 

"Alfredo, que bom encontrar você por aqui", dirá a interesseira, cheia de charme. 

"Por pouco tempo. Ele está dizendo que vai se despedir de nós", revelará o galã interpretado por Ricardo Pereira. 

"É mesmo? Pois faça o favor, antes de tomar qualquer atitude, venha conversar comigo no escritório", exigirá ela, arrastando o jovem para dentro de uma sala.

Bastará fechar a porta para Karine se jogar nos braços de Alfredo. "Assim que soube que acabou a guerra, dei um jeito de despistar o Assad e vir para cá, com tantas saudades que estava de você, menino", confessará a madame nas cenas que serão exibidas no capítulo do dia 28.

Alfredo escapará de seus beijos e mandará a real. "Nossa brincadeira já foi longe demais. Mas tudo que é bom, tem uma hora que acaba. Eu não posso continuar do jeito que eu era, inconsequente. Porque assim acabo magoando as pessoas. Magoando mais do que gostaria", disparará ele. 

Inconformada com o que acabara de ouvir, ela se humilhará e insistirá em transar com o sobrinho de Clotilde (Simone Spoladore). 

"Mas isso não tem nada a ver com nós dois, tem? Está por acaso com medo de me magoar?", questionará ela. 

"É uma moça bem grandinha, sabe bem o que faz", dirá Alfredo, em tom de desprezo.

"Você não passa de um cafajeste. Cansou-se de mim, mas se aproveitou dos meus presentes. Bandido, sem vergonha", disparará a madame.

Sem a menor paciência, o jovem disparará: "Chega, Karine. Não vamos brigar. Não precisamos disso. Está na hora de eu crescer. Nenhum homem vai à guerra e continua igual, não mesmo. Adeus.”