Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Na TV » Fina Estampa

Fina Estampa: Marcela fica entre a vida e a morte e Tereza Cristina a asfixia no hospital

A vilã vai terminar o servicinho que Ferdinand começou com as próprias mãos

Máxima Digital Publicado em 12/05/2020, às 11h00

Marcela escapa de atentado e encara sede de sangue de Tereza Cristina
Marcela escapa de atentado e encara sede de sangue de Tereza Cristina - TV Globo

Em Fina Estampa, Tereza Cristina (Christiane Torloni) não vai desistir de matar Marcela (Suzana Pires) nem mesmo depois que a jornalista sobreviver ao atentado que ela armará com Ferdinand (Carlos Machado).

Segundo o portal Notícias da TV, a vilã usará um disfarce para entrar na UTI do hospital e assassinar a chantagista com as próprias mãos. Ela a asfixiará com um travesseiro. As cenas irão ao ar a partir de sábado, 16.

Na próxima segunda, 18, o público verá que a jornalista não morreu com o tiro no peito. Ela será socorrida e despertará no hospital.

Médicos dirão que seu quadro é estável, e uma enfermeira deixará uma visitante loira e de óculos escuros ficar a sós com a paciente. Tereza Cristina usará um disfarce para acabar de vez com a mulher.

No capítulo da próxima terça, 19, Ferdinand irá à mansão da mulher de René (Dalton Vigh) cobrar dela o pagamento pela emboscada armada para matar Marcela. Os dois se encontrarão na sauna. "Seu incompetente! Ela está viva", reclamará.

O fortão não acreditará. Ele afirmará que verificou o pulso da vítima após disparar contra ela. "Ainda bem que não é médico", rebaterá a mãe de Patrícia (Adriana Birolli). 

O ex-sargento prometerá terminar o serviço, mas a perua o interromperá. "Você não tem como entrar na UTI do hospital sem despertar suspeitas. Ninguém vai desconfiar de nada se eu pedir para ir visitá-la, correto?", soltará a madame.

"O profissional sou eu. Estou acostumado a cumprir todas as etapas do trabalho, inclusive quando é preciso fazer um arremate final. Mesmo sendo testemunha que a madame tem sangue frio...", dirá o segurança, que será cortado na hora.

"Eu vou fazer o que é preciso", avisará a personagem de Christiane Torloni.

Ela planejará sozinha o segundo atentado contra a golpista. A socialite usará uma peruca loira e óculos escuros enormes para não ser reconhecida no hospital.

Tereza Cristina dirá a uma enfermeira que é uma amiga da baleada e que dirigiu horas de São Paulo até o Rio de Janeiro para ver Marcela. A inimiga de Griselda (Lilia Cabral) conseguirá entrar na UTI com a mentira.

Diante de Marcela outra vez, Tereza Cristina pegará um travesseiro. "Vamos cantar para subir, bebê", dirá a assassina debochada. Marcela tentará, de algum modo, se defender. "Fica quieta, criatura! Garanto que não vai demorar. E não se preocupe: você não vai sentir nada! Nem agora, nem depois, nem nunca, sua maldita", disparará ela.

Crente que sufocou sua vítima, ela terá um ataque de raiva ao ver Marcela abrir os olhos, e os aparelhos alertarem que ela voltou a ter batimentos.

"Dorme neném, que a cuca vem pegar, mamãe foi às compras, papai foi trabalhar", vai cantarolar Tereza Cristina enquanto estiver sufocando a personagem de Suzana Pires.

Ao verificar que o monitor cardíaco parou de vez e Marcela está morta, a vilã colocará a máscara de oxigênio de volta na vítima, sem usar luvas nem nada. "Depois desse exercício todo, posso ficar uma semana sem malhar", dirá a ricaça antes de partir do local do crime.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI