Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Na TV » BBB20

Marcela, do BBB20, faz revelação sobre seu passado ao rebater críticas: "Fui abusada sexualmente e não denunciei"

A médica usou o seu Twitter para falar sobre a situação vivida há alguns anos

Máxima Digital Publicado em 29/04/2020, às 08h31

Marcela Mc Gowan conta que já foi abusada sexualmente
Marcela Mc Gowan conta que já foi abusada sexualmente - Instagram

Marcela Mc Gowan, ex-participante do 'Big Brother Brasil 20', reality show da TV Globo, fez um longo desabafo em seu Twitter.

Ela rebateu as acusações de 'feminismo seletivo' que vem recebendo após sua participação no programa e acabou revelando que já foi abusada sexualmente no passado:

"Eu sou feminista e já vivi uma relação abusiva, eu sou feminista e já fui embora chorando sem me defender quando um homem gritou comigo no trabalho, eu sou feminista e alguns anos atrás fui abusada sexualmente e não denunciei", contou.

A médica também falou sobre Daniel e Gizelly:

"Eu sou feminista e me apaixonei em um jogo, com vínculos feitos há menos de um mês, em um contexto que EXIGIA escolhas, e eu escolhi quem eu mais estava conectada (e sempre deixei claro que a prioridade máxima era Gi). Sou feminista e erro, e ainda tenho muita coisa pra acrescentar no meu feminismo para que ele não seja RASO (o que mais tenho feito desde que saí da casa é escutar e ler sobre ). Não vou deixar que um movimento seja invalidado, nem aceitar que tudo que eu já fiz e faço perca seu valor", desabafou.

Após o desabafo, a assessoria de imprensa de Marcela procurou emitiu uma seguinte nota por meio da coluna da jornalista Fábia Oliveira, do jornal 'O Dia':

"Por meio deste, a assessoria de imprensa de Marcela Mc Gowan informa que a mesma não acredita que seja a hora de ir a fundo do capítulo de sua vida que retrata o abuso sexual sofrido há anos atrás. A médica confirma que foi sexualmente violada, mas é de suma importância deixarmos claro que não foi dentro de nenhum dos seus relacionamentos, excluindo assim qualquer especulação que vincule algo a seus antigos afetos. Além disso, é importante citar que violência sexual não é só estupro, existem diversas variações dentro desse nicho, e milhares de mulheres são diariamente abusadas sem ao menos saber que estão passando por isso. A partir daí surge a importância de relatar esse ocorrido com tanta calma e destreza, para que possa ajudar diversas mulheres a reconhecerem determinadas situações e encorajá-las a denúncia, a abordagem ocorrerá de forma didática e explicativa com total intuito de amparo e altruísmo".

 

 

 

 

 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI