Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Na TV » Salve-se Quem Puder

Salve-se Quem Puder: Após sofrer lesão na coluna, Téo recebe diagnóstico preocupante

O diretor de documentários passará por maus bocados depois do furacão que ocorreu

Máxima Digital Publicado em 04/02/2020, às 14h10

Téo sofre lesão na coluna e recebe diagnóstico devastador
Téo sofre lesão na coluna e recebe diagnóstico devastador - TV Globo

Em Salve-se Quem Puder, Téo (Felipe Simas) passará por maus bocados.

O rapaz foi atingido por um poste durante o furacão e receberá um diagnóstico devastador nesta semana.

Segundo o portal Notícias da TV, o diretor teve uma lesão na coluna e demorou muito para ser socorrido. Por isso, corre o risco de precisar ser operado na volta ao Brasil e ficar paraplégico por tempo indeterminado.

Nesta terça-feira, 4, o personagem de Felipe Simas vai querer saber qual é a gravidade do seu caso, mas sua irmã e namorada não revelarão o que já sabem.

Sem imaginar o risco que corre, o jovem vai querer continuar em Cancún para descobrir o que aconteceu com Luna (Juliana Paiva). A insistência do rapaz deixará Úrsula (Aline Dias) morta de ciúmes.

O mocinho será trazido do México para São Paulo em um jatinho alugado pela família. Ao desembarcar, ele irá direto para um hospital onde surgirá em cena fazendo ressonância magnética e outros exames. Um médico, então, conversará com os pais do rapaz.

A madrasta de Téo, Helena (Flávia Alessandra), que por motivos ainda desconhecidos abandonou sua filha biológica, Luna, quando a menina tinha apenas quatro anos, estará muito aflita.

"O problema do Téo parece que não é tão simples", soltará Hugo (Leopoldo Pacheco).

"Seu marido pediu pra não comentar nada antes do resultado da ressonância pra não preocupá-la à toa. O exame confirmou o que os médicos do hospital de Cancún disseram. Seu filho teve uma fratura na vértebra L5", dirá o especialista.

"Fratura? Na coluna?", vai se assustar a empresária.

"O problema é que ela provocou um edema, um inchaço, que está comprimindo a medula do Téo. Em alguns pacientes, a medula vai desinchando até voltar ao normal, mas, se isso não acontecer, o Téo vai precisar de cirurgia", avisará o médico.

"Helena, vai ficar tudo bem. A cirurgia é apenas uma possibilidade", comentará o pai do paciente.

"Quais são os riscos, doutor? Toda cirurgia tem riscos", perguntará a personagem de Flávia Alessandra.

"Em casos raros pode ocorrer perda transitória dos movimentos", responderá o especialista, da mais cautelosa possível.

"O que o doutor está querendo dizer é que existe um risco baixo do Téo ficar paraplégico por um tempo", concluirá o personagem de Leopoldo Pacheco.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI