Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima

Alerta: o cigarro custa caro tanto à saúde dos usuários, quanto à economia

Novo relatório da OMS sobre o controle do uso do tabaco tem números impressionantes. Confira:

Patrícia Affonso Publicado em 14/01/2017, às 11h03 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

Cerca de 6 milhões de pessoas morrem anualmente devido ao uso do tabaco
Cerca de 6 milhões de pessoas morrem anualmente devido ao uso do tabaco - Shutterstock

Esta semana a Organização Mundial de Saúde divulgou relatório sobre eficácia das políticas para controlar o uso do tabaco. Os números mostram que mesmo com as medidas já empregadas, como os impostos, o aumento do preço do produto e as campanhas, os estragos ainda são grandes. Para dar uma ideia disso, basta citar que atualmente, cerca de 6 milhões de pessoas morrem anualmente devido ao uso do tabaco — a maioria  em países em desenvolvimento.Tem mais: o tabagismo está relacionado a mais de 50 doenças, sendo responsável por 30% das mortes por câncer de boca, 90% das mortes por câncer de pulmão, 25% das mortes por doença do coração, 85% das mortes por bronquite e enfisema, 25% das mortes por derrame cerebral.

Confira a seguir algumas das principais conclusões do relatório:

  • O tabagismo custa à economia global cerca de US$ 1 trilhão por ano em despesas de saúde e perda de produtividade
  • O custo estimado supera em mais de 3 vezes o que é arrecadado em impostos sobre o fumo
  • Atualmente, há 1,1 bilhão de fumantes no mundo. Quatro em cada cinco deles vivem em países de baixa ou de média renda, correspondendo a 80% dos usuários.
  • O número de mortes relacionadas ao tabaco deve aumentar de 6 milhões de pessoas por ano para cerca de 8 milhões até 2030. Isso se nada for feito...
ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI