Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Saúde e Bem Estar / Cirurgia

Após affair de Tânia Mara falar sobre cirurgia para aumento peniano, psicólogo fala sobre como essa atitude pode influenciar outros homens

Alexander Bez explicou como funcionam as questões psicológicas de quem passa por essa situação

Máxima Digital Publicado em 09/07/2021, às 15h00

Após affair de Tânia Mara falar sobre cirurgia para aumento peniano, psicólogo fala sobre´o que leva um homem a tomar essa atitude - Instagram
Após affair de Tânia Mara falar sobre cirurgia para aumento peniano, psicólogo fala sobre´o que leva um homem a tomar essa atitude - Instagram

Tiago Piquilo, da dupla com Hugo, revelou que iria passar por uma cirurgia para aumento peniano.

O affair de Tânia Mara resolveu expôr a situação e falou abertamente sobre o assunto.

O psicólogo Alexander Bez falou sobre como é o momento em que um homem torna público esse tipo de intimidade, que ainda é considerada um tabu na sociedade.

Alexander falou sobre como esse tipo de declaração pode influenciar na vida de outros rapazes. 

"Antes de falarmos em uma cirurgia desse tipo, primeiro é recomendado verificar como anda a saúde mental e a saúde sexual, principalmente! Não podemos esquecer que hoje vivemos em um mundo completamente integrado e conectado virtualmente, onde muitas pessoas têm extremo poder de influência sobre outras.", disse. 

O especialista continuou: "Uma declaração dessas, ao meu entendimento, deveria ficar em sigilo, não só pela própria pessoa em si, como também para não influenciar outros a seguir por esse caminho!"

Alexander falou sobre a importância de cuidar da saúde mental nesses casos: "A saúde mental é a base de todo o resto no que quis diz respeito ao nosso corpo, inclusive da saúde sexual."

"O sexo é peculiarmente emocional, psicológico. Através do físico é que se busca o prazer pela condição mental que a desenvolveu! Nesse caso em especial, precisaria de uma investigação psicológica para apurar as razões mentais que o levaram a esse procedimento!", continuou. 

"A grande maioria dos homens, que têm essa questão de tamanho, estão focados fundamentalmente numa 'visão fantasiosa', tanto no que tange a própria dimensão genital, como também no que tange a expectativa de resultado, pois sem um adequado equilibro mental, a cirurgia pode não oferecer a tal da performance esperada.", declarou. 

O psicólogo disse: "As consequências da realização desse procedimento (que pode também fazer parte de um TOC), pode acompanhar a condição de obsessão, que originou a ação da cirurgia, podendo causar distúrbios mentais após a finalização do procedimento, incluindo satisfação não obtida."

"Trabalhar o psicológico antes é essencial para ter a adequada saúde mental, isso em qualquer esfera da sexualidade!", finalizou.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI