Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima

Após constatar risco de câncer, Angelina Jolie retira ovários

Devido a sua decisão, a atriz não poderá mais ter filhos

Máxima Digital Publicado em 25/03/2015, às 12h04 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

Angelina Jolie
Angelina Jolie - Getty Images
O assunto do momento é a decisão tomada por Angelina Jolie, que retirou os ovários na semana passada. A cirurgia não é a primeira, já que a atriz fez uma dupla mastectomia há dois anos. Ambas ocorreram pelo mesmo motivo: a possibilidade de desenvolver câncer. 
Angelina, esposa de Brad Pitt e mãe de MaddoxZaharaPaxShiloh, Knox e Vivienne, não poderá mais ter filhos, o que torna a decisão ainda mais difícil, porém, perante ao risco detectado, a atriz preferiu não arriscar. "Dois anos atrás eu escrevi sobre minha escolha de fazer uma dupla mastectomia preventiva. Um simples exame de sangue revelou que eu carregava uma mutação no gene BRCA1. Ele me deu uma estimativa de risco de 87% do câncer de mama e um risco de 50% de câncer de ovário. Perdi minha mãe, avó e tia para o câncer", explicou ao New York Times.

+ Papo de amiga: aprenda a fazer um analgésico de cutícula

Com a tamanha visibilidade que o assunto recebeu, MÁXIMA bateu um papo com o ginecologista Dr. Domingos Mantelli, que nos contou que cuidados contínuos e qualidade de vida podem ser um passo para evitar decisões delicadas como as de Angelina. “Para previnir o câncer,  faça exames clínicos periodicamente com o ginecologista. Outra maneira de identificar a propensão é no histórico familiar. Geralmente, quando há casos na família a paciente deve ficar mais atenta, visitando regularmente o profissional.  O acompanhamento médico, com exames e dosagens, poderão detectar se o câncer está aparecendo. Atividades físicas e alimentação balanceada também ajudam a diminuir os riscos”, conta. 
ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI