Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Saúde e Bem Estar / Ansiedade

Ator abre o jogo sobre ansiedade e psicóloga explica a importância desse passo

Raquel Mello falou sobre o quão importante é ter pessoas reconhecidas que falem sobre o tema

Gabriele Salyna Publicado em 31/05/2021, às 17h00

Ator abre o jogo sobre ansiedade e piscóloga explica a importância desse passo - Instagram
Ator abre o jogo sobre ansiedade e piscóloga explica a importância desse passo - Instagram

Ryan Reynolds abriu o jogo sobre sua luta contra a ansiedade. O ator confessou que é vítima dessa questão mental e que está na batalha para vencê-la. 

A psicóloga Raquel Mello explicou a importância dessa fala do artista. A profissional comentou sobre o quão necessário é ter pessoas conhecidas pelo público que mostram suas vulnerabilidades. 

"Pessoas públicas geram uma sensação de proximidade e o fato de falarem sobre a ansiedade abre um diálogo importante sobre o preconceito em relação à saúde mental, onde pode acontecer com qualquer pessoa sem distinção e, sem dúvida, isso ajuda muito.", disse Raquel. 

No caso de Ryan, ele contou que teve o apoio de familiares e amigos para abrir o assunto a público. A psicóloga disse que esse suporte é essencial. 

"Fundamental. A ansiedade é uma emoção normal do ser humano, comum em algumas situações cotidianas e até necessária em outras. Entender que a ansiedade está fora de controle e que gera prejuízos na sua vida é o que fará diferença. E participação da rede de apoio é extremamente importante para o diagnóstico, para perceber o quanto a ansiedade está prejudicando a sua vida, o tratamento, trabalhar na redução e mudanças de comportamentos e o pós, quando existe a consolidação de um novo comportamento", declarou. 

Raquel falou sobre algumas características que podemos indetificar em pessoas ansiosas: "Alguns sintomas da ansiedade, de um modo geral, que podem afetar negativamente e sua vida como tensão recorrente, pessimismo, dificuldade de concentração, medo constante, pensamento repetitivos, dificuldade de relaxar e irritabilidade. A palavre chave para identificação do sintoma é PREJUÍZO. Quando houver prejuízo emocional, físico ou comportamental na sua vida. É um grande sinal de alerta."

Sobre a demora para buscar ajuda, a psicóloga falou: "Muitas pessoas não percebem que estão sofrendo de ansiedade e outras não falam devido aos preconceitos e dessa forma não procuram a ajuda profissional, isso, sem dúvida, gera um sofrimento maior para quem está sofrendo e adia sua melhora. As pessoas sempre devem procurar ajuda especializada quando tiverem prejuízos em sua vida social, profissional, física e pessoal relacionadas a ansiedade"

A especialista listou algumas perguntinhas que, se a resposta for sim, deve buscar imediatamente um especialista. 

"Minha ansiedade está afetando minha qualidade de vida? Já deixei de fazer algo por conta da ansiedade? Tenho sofrido com isso?", listou. 

Tenho ansiedade, o que devo fazer? A psicóloga explicou: "O tratamento do transtorno de ansiedade envolve a psicoterapia, a terapia ajuda o paciente a entender os fatores do dia a dia que desencadeiam sua ansiedade, reduzir seus sintomas e trabalhar os eventos que o levaram a desenvolver este problema. A terapia cognitivo-comportamental, mais conhecida como TCC, trabalha os pensamentos disfuncionais e o comportamento gerado pelo mesmo na tríade cognitiva ( Mundo – Si mesmo – Futuro ) e possui excelentes resultados para os casos de ansiedade. E a medicina, onde o médico mais indicado é o psiquiatra, que está habilitado e tem profundo conhecimento dos medicamentos utilizados como antidepressivos, ansiolíticos, quando necessários.". 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI