Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima

Bichectomia

Saiba mais sobre o procedimento cirúrgico que diminui as bochechas

Diane Neubüser Publicado em 04/02/2016, às 09h00 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

Bichectomia
Bichectomia - Foto: Shutterstock

Segundo a cirurgiã plástica Brunna Salvarezza (RJ), o número de pacientes em busca da redução das bochechas aumenta a cada dia. Em sua maioria, são pessoas que tem o rosto muito redondo mesmo que estejam dentro do peso ideal. Porém a intervenção não é para todo mundo e, como qualquer cirurgia, tem seus riscos. Tire suas dúvidas:

Quem pode fazer o procedimento?

A bichectomia é indicada para pacientes saudáveis que apresentam gordura localizada na bochecha ainda que mantenham um peso corporal adequado.

Qual é a anestesia utilizada?

Pode ser anestesia local com sedação ou anestesia geral. Depende da avaliação médica para cada caso.

Como é realizada a cirugia?

Ela inicia com uma pequena incisão no interior da boca (menos de 10 mm). Através dessa incisão o médico tem acesso a uma estrutura chamada bola de Bichat, a bochecha. Ele realiza a retirada total ou parcial dessa estrutura. O resultado é um contorno facial mais magro, com realce das maçãs do rosto.

Como é a cicatriz?

Como a incisão é feita na parte interna da boca, não ficam cicatrizes aparentes. Também não é necessária a retirada dos pontos, eles caem sozinhos.

Como é a recuperação?

Geralmente, quando não há nenhuma complicação, o paciente recebe alta no mesmo dia e não precisa nem tirar licença do trabalho ou dos estudos. Pode aparece um leve edema (mancha roxa) que some em alguns dias.

Existe alguma restrição alimentar?

Na primeira semana após a cirurgia os grãos devem ser evitados, pois podem entrar na incisão e prejudicar a cicatrização. Os alimentos gelados são indicados para ajudar a diminuir o inchaço.

Quais são os riscos?

Todo procedimento cirúrgico tem riscos, tais como reação alérgica à anestesia, infecção hospitalar etc. Porém, quando o procedimento é realizado dentro do ambiente hospitalar adequado e com profissionais de confiança esses riscos são bem reduzidos.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI