Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima

Correr ou pedalar?

Sem dúvida, trata-se de uma questão de gosto. Porém, algumas informações podem pesar na sua decisão...

Patrícia Affonso Publicado em 26/11/2015, às 14h51 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

bike ou corrida
bike ou corrida - Shutterstock

Eis aí uma dúvida comum entre as pessoas que estão buscando de uma modalidade para chamar de sua. Para fazer a escolha, a primeira coisa a ser considerada, é claro, é a sua identificação. Especialistas garantem que optar por um exercício que gostamos é meio caminho andado para conseguir mantê-lo com regularidade e, assim, colher bons frutos. Porém, verdade seja dita: uma das práticas conta, sim, com alguns trunfos. “Se o objetivo é o ganho de massa muscular ou o emagrecimento, a bicicleta é a escolha mais eficaz”, aponta Daniel Franquin (SP), da AKSA Outdoor Sports. A opinião tem base científica. Quem fez o levantamento foram pesquisadores da Juntendo University de Tokyo, no Japão, que ao comparar as duas atividades, observaram respostas melhores do corpo às pedaladas. Outra vantagem da magrela que promete conquistar especialmente as iniciantes: sabe aquela dorzinha chata, que costuma persistir por dias após o treino? No caso da bike, ela é mais suave e pode nem mesmo chega a dar as caras. “A praticante pode pedalar por dias seguidos sem se preocupar tanto com esse desconforto, causado pelo dano muscular e das suas estruturas, que é comum nos exercícios de alto impacto, como a corrida. A recuperação com a bicicleta é bem mais rápida”, explica o especialista. 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI