Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Saúde e Bem Estar / +Dias -AIDS +Liberdade

+Dias -AIDS +Liberdade: Campanha traz ações de prevenção ao HIV e outras ISTs

Com uma uma projeção de fotos em um prédio no centro de São Paulo, sob a direção de Heitor Werneck, o projeto chama atenção para a prevenção, o uso do preservativo e outras atitudes com imagens leves e divertidas retratando a diversidade social, de gênero, idade e etnia da nossa população

Máxima Digital Publicado em 25/11/2021, às 11h30

+Dias -AIDS +Liberdade: Campanha traz ações de prevenção ao HIV e outras ISTs - Freepik
+Dias -AIDS +Liberdade: Campanha traz ações de prevenção ao HIV e outras ISTs - Freepik

Heitor Werneck criou uma ação que visa trazer ações e prevenção ao HIV e outras ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis), sensibilização e disseminação de informações: a +Dias -AIDS +Liberdade. 

A partir de sua vivência pelas ruas de São Paulo, o Produtor Cultural e Ativista Social, fundador do Projeto Divercidade e de diversas ações voltadas às populações vulneráveis, ele retomou uma campanha que criou nos anos 1990 e uniu-se à Consultora e Gestora de Projetos Sandra Tiemi Yokota com patrocínio da DKT/Prudence Preservativos, em uma parceria com as Secretarias Municipais de Direitos Humanos e Cidadania e da Saúde – ISTs e AIDS, a ONG Pela Vidda, o Instituto Cultural Barong, Mauricio de Souza Produções e a instituição humanitária Cruz Vermelha São Paulo, com apoio na divulgação do aplicativo de relacionamento SCRUFF.

"Tivemos milhares de avanços através da sociedade civil, que cobrou o governo a criar e oferecer um dos melhores tratamentos do serviço público ao HIV e outras ISTs, mas ainda estamos atrasados em tecnologia e recursos médicos. O HIV não está controlado, é preciso manter campanhas e programas de atendimento e informação", afirmou Werneck — que criou também o projeto Amor nas Ruas, vídeos com histórias de amor de casais em situação de rua.

No dia 1º de dezembro, Dia Mundial de Luta Contra a Aids, uma projeção de fotos em um prédio no centro, sob a direção de Heitor, para chamar a atenção para a prevenção com o uso do preservativo e outras atitudes por meio de imagens leves e divertidas retratando a diversidade social, de gênero, idade e etnia da nossa população.

"Sentimos a necessidade de dialogar sobre prevenção com os mais diversos corpos, trazendo leveza para a temática e mostrando que é possível viver e se divertir com liberdade e responsabilidade", disse Sandra.

A ação continua online, em uma live pelo Facebook da Coordenadoria de Políticas Públicas LGBTQIA+, da Secretaria de Direitos Humanos, mediada por Werneck, com presença de referências na temática da prevenção do HIV e responsáveis pelas políticas públicas e privadas para pessoas vivendo com HIV, de diferentes perfis. A campanha prevê também a produção de outros conteúdos correlacionados à temática, que serão compartilhados em canais parceiros durante o mês.

Também no Centro de São Paulo, uma ação distribuirá, em postos fixos e, com o apoio do SCRUFF, em uma bicicleta itinerante conduzida pela travesti Miriam, do grupo Pela Vidda, 5 mil kits de prevenção com: quadrinhos Turma da Mônica em: Amiguinhos da Vida, produtos Prudence e folders informativos. Unidades móveis de apoio da Prefeitura darão atendimento de saúde e psicológico. Já o Barong disponibilizará uma van consultório — projeto contínuo viabilizado pelo patrocínio da DKT há 26 anos — para testagem extramuros de sorologias de HIV, Hepatites Virais e Sífilis, além de atendimento social e psicológico, vinculação para sorologias reagentes no Sistema Único de Saúde e posterior acompanhamento até a adesão ao tratamento. Detalhes no serviço abaixo.

Fábio Tramontano, Diretor de Marketing da DKT para América do Sul, disse que esse passo é importante para a sociedade: "A DKT, como uma empresa de marketing social, tem como objetivo promover saúde por meio da promoção ao acesso a ferramentas seguras e eficazes de planejamento familiar e prevenção de ISTs/Aids. No mundo inteiro, todos os dias, a DKT trabalha para que as pessoas se conscientizem sobre a importância de usar preservativo em todas as relações sexuais".

A Organização Mundial de Saúde definiu o 1º de dezembro como o Dia Mundial de Luta Contra a Aids — data adotada no Brasil a partir de 1988 —, para chamar a atenção sobre essa questão, desde sua prevenção até seu tratamento, e acabar com o preconceito.

Com a pandemia, os índices voltaram a subir, especialmente entre a população jovem gay, mulheres e idosos. Mesmo com as conquistas, como os métodos profiláticos — PrEP (Pré-Exposição ao HIV) e PEP (Pós-Exposição) —, se torna urgente a disseminação de informações sobre a transmissão do vírus e como se proteger, com o uso das camisinhas, por exemplo, além de mostrar que é possível relacionar-se, trabalhar normalmente e viver bem com o vírus desde que se tome algumas precauções.


SERVIÇO

+Dias -AIDS + Liberdade

Projeção de fotos, live e conteúdos online, ações de distribuição de informação, postos de testagem e apoio de saúde no Centro de São Paulo

1º de dezembro – Dia Mundial de Luta Contra a Aids

Live: Facebook da Coordenadoria de Políticas Públicas LGBTI+, às 18h - www.facebook.com/politicaslgbtisp

Van Consultório Barong/Testagem: das 12h às 20h, no Largo do Arouche

Distribuição de kits nas imediações do Largo do Arouche, as 12h às 18h

Unidades móveis de Saúde, das 12h às 17h:

Praça Ramos de Azevedo, s/n - República - Centro de Cidadania LGBTI Laura Vermont (Zona Leste)

Praça da República - Centro de Cidadania LGBTI Edson Neris (Zona Sul)

Largo do Arouche - Centro de Cidadania LGBTI Claudia Wonder (Zona Oeste) e Centro de Cidadania LGBTI Luana Barbosa dos Reis (Zona Norte)

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI