Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima

Dicas para deixar seus pés livres de micose

Causada por fungos, a infecção provoca manchas, descamação na pele e nas unhas e, muitas vezes, coceira. Além disso, tem uma aparência péssima! Aprenda a se livrar dela sem a ajuda de remédios

Máxima Digital Publicado em 08/07/2015, às 10h54 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

micose
micose - shutterstock
Já reparou que as micoses são mais frequentes no inverno? É que os fungos que provocam a doença gostam de se instalar em lugares quentes e úmidos. E como se alimentam das células mortas que ficam acumuladas entre os dedos e sob as unhas, o pé abafado por calçado fechado vira o alvo perfeito. Há dois tipos mais comuns: a frieira ou pé de atleta, que deixa a pele em carne viva porque descasca e coça muito, e a micose de unha, capaz de alterar a coloração e o formato das garras e até de descolá-las da pele. “Quando não tratadas, elas destroem a proteção da pele e favorecem infecções bacterianas, que podem contaminar até a corrente sanguínea”, alerta o médico ortomolecular Gilberto Kocerginsky (RJ). Dicas para evitar o problema: tirar os sapatos sempre que possível, usar só meias de algodão (lave as peças com água quente e passe a ferro), espalhar talco nos pés para deixá-los sequinhos e manter a imunidade alta. Outras ideias para prevenir as micoses você encontra a seguir. 

Alimentos poderosos

Veja o que consumir para curar a micose e inclua no cardápio ao menos um destes itens todos os dias. 

Iogurte com probióticos - Fortalece a flora bacteriana, que protege a pele de infecções. 

Leite e derivados - Possuem lactoferrina, proteína que combate fungos. 

Alho - Contém alicina, capaz de afastar os fungos. 

Pedicure saudável
Lixar levemente o pé uma vez por semana, apenas para varrer células mortas, ajuda a combater os fungos, pois corta a sua fonte de alimentos. Mas cuidado para não deixar a pele sensível demais. Nesse caso, ela perde a barreira de proteção e a micose se propaga com mais facilidade. Se o problema atacou a unha, use apenas esmalte antifúngico — peça orientação a um dermatologista. 

Remédio caseiro 

“Mergulhe os pés por 20 minutos numa infusão de gengibre. Ferva 4 cm da raiz com 1 litro de água”, indica a fitoterapeuta Vanderli Marchiori (SP). “Depois passe um creme à base de aloe vera ou a própria seiva da babosa”, aconselha. Repita o tratamento diariamente enquanto o problema persistir. Outra opção é espalhar 1 gota de óleo de melaleuca (ou Tea tree oil) na área infectada. “Ele é eficaz contra infecções causadas por bactérias e fungos”, diz Gilberto. 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI