Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima

Exercícios físicos podem prejudicar a gravidez?

Veja a resposta do obstetra e tire suas dúvidas

Diane Neubüser Publicado em 29/01/2017, às 08h31 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

Fazer exercícios físicos durante a gravidez diminui a ansiedade, os inchaços e as dores musculares.
Fazer exercícios físicos durante a gravidez diminui a ansiedade, os inchaços e as dores musculares. - Foto Shutterstock

"Atividades físicas durante a gestação são totalmente recomendadas — desde que mediante avaliação médica especializada", afirma o ginecologista e obstetra Maurício Sobral. 

Benefícios da atividade física durante a gestação:

* Controla a ansiedade; 

* Reduz os inchaços;

* Diminui as dores musculares;

*  Melhora as condições funcionais da placenta, consequentemente ocorre o maior crescimento fetal, faz bem para a oxigenação do Sistema Nervoso do bebê, aumenta o número de células cerebrais, melhora a aprendizagem e a memória;

* Reduz a tensão no parto;

* Ajuda na recuperação do pós-parto. 


Contraindicações para atividade física na gestação:

O American College of Obstetricians and Gynecologists, conselho americano de ginecologistas e obstetras, reconhece o estimulo da prática de atividades físicas regulares na gravidez desde que a gestante não apresente contraindicações como: 

* Sangramento uterino;

* Placenta baixa;

* Trabalho de parto pré-termo;

* Retardo de crescimento intrauterino;

* Sinais de insuficiência placentária;

* Ruptura prematura das membranas. 

“Por isso é importante frisar que ao iniciar qualquer atividade física durante a gestação, é preciso procurar a opinião de um obstetra para liberar os exercícios que devem ser feitos com o acompanhamento de um educador físico”, recomenda o obstetra.


Orientações do especialista para fazer atividades físicas durante a gestação:

 * Tenha sempre a indicação médica e acompanhamento de um educador físico;

* Adeque os treinos a cada trimestre da gestação; 

* Tenha cuidado com a intensidade dos exercícios. Evite fortes impactos, contusões e batidas;

* Faça movimentos aeróbicos e alongamentos em geral, desde que não haja nenhuma restrição médica e que um professor a acompanhe;

* Faça caminhadas de duas a três vezes por semana; 

* Tenha cuidado com exercícios que a mantêm por muito tempo em pé, pois isso pode dificultar a circulação sanguínea e causar queda de pressão e mal-estar.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI