Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram Máxima

Labioplastia! Descubra tudo que você precisa saber sobre a cirurgia íntima que tem conquistado as mulheres

A cirurgia íntima que está em constante crescimento no país e no mundo é a labioplastia; Saiba mais sobre ela

Máxima Digital Publicado em 09/08/2019, às 14h31 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

Labioplastia é a nova cirurgia queridinha das mulheres
Labioplastia é a nova cirurgia queridinha das mulheres - Getty Images

Talvez você nunca tenha ouvido falar da labioplastia, mas podemos garantir que ela se tornou uma das cirurgias íntimas mais queridinha das brasileiras.

O procedimento, tabém conhecido como ninfoplastia, ainda é visto com muito tabu em muitos lugares, principalmente porque consiste em reduzir os pequenos lábios da zona genital das mulheres. Mas se engana quem pensa que a operação é só estética. Ela melhora também a funcionalidade dos lábios, que podem ficar flácidos após uma gravidez, por exemplo.

O Dr. Alessandro Martins, especialista em cirurgias plásticas -- estéticas e reparadoras, explicou que "apesar de não ser um procedimento novo no Brasil e no mundo, o conhecimento da cirurgia para a população em geral é recente" e que "as divulgações dos procedimentos, o conhecimento dos resultados e maior liberdade das mulheres exporem suas queixas, são alguns dados responsáveis pelo aumento da estatística. 

A CIRURGIA ÍNTIMA CHEGA A SER INVASIVA?

Nem todo mundo se sente confortável ao operar uma área tão íntima quanto a vagina, mas a cirurgia é uma das mais procuradas por mulheres de diversas faixas etárias. O Brasil, inclusive, é líder mundial nesse procedimento

"Os pequenos lábios têm uma função protetora da vagina, porém é um tecido externo no órgão genital feminino, logo, de fácil acesso para cirurgia", contou o Dr., que continuou: "O procedimento é pouco invasivo e sem prejuízo da função da vulva e vagina".

"A principal queixa dessas pacientes não é puramente estética, até porque o comprimento dos pequenos lábios dificultam a relação sexual e podem acabar entrando no canal vaginal durante a penetração, causando muita dor (dispareunia ). Além disso, pode levar a feridas e hiperqueratinização deste tecido pelo atrito", alertou o especialista em cirurgias plásticas.

COMO A MULHER SABE QUE PRECISA PASSAR PELO PROCEDIMENTO?

O Dr. Alessandro Martins também deixou claro que a própria paciente pode procurar um especialista para resolver a questão e que cabe ao médico avaliar se as queixas são compatíveis com a cirurgia ou não.

"As principais queixas são pela estética da vulva e por dor no ato sexual e a procura vem da paciente. Caberá ao médico examinar e ver se há indicação para o procedimento".

QUANTO TEMPO LEVA O PÓS-OPERATÓRIO? COMO É A RECUPERAÇÃO?

Cirurgia feita, lábios reconstruídos... Show de bola! E agora? Como a paciente se recupera?

"Tanto a cirurgia como a recuperação são bastante simples e os pontos são absorvíveis, logo, não há retirada dos pontos com o médico. O principal desconforto é o inchaço no local, que melhora durante a primeira semana com o uso de compressas geladas", disse.

E às mulheres mais curiosas, o Especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, garantiu que em poucos dias a paciente já pode voltar às atividades sexuais.

"O retorno às atividades profissionais em torno de 7 a 15 dias (dependendo da atividade). Relação sexual com 30 dias", finalizou.