Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Saúde e Bem Estar » Vitória!

MÊS DA MULHER: Da endometriose para a gestação! Tamize Ferreira superou a doença e realizou seu sonho de ser mãe

Tamize conseguiu engravidar depois de oito anos de tentativas

Gabriele Salyna Publicado em 05/03/2021, às 10h49

Tamize Ferreira e Jorge Luís Rodrigues Murgas no Chá Revelação
Tamize Ferreira e Jorge Luís Rodrigues Murgas no Chá Revelação - Adriana Carboni

Março é um mês especial. Além de ser celebrado as conquistas das mulheres, também é marcado pela conscientizarão mundial da endometriose. 

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Endometriose (SBE), estima-se que a doença atinge 15% das mulheres em idade fértil. 

Afinal, o que é a endometriose? Ela é caracterizada por acúmulos de mucosa uterina (endométrio) que se formam nas várias partes da cavidade abdominal (ovários, trompas, intestinos, entre outros órgãos), a doença costuma causar desde muitas dores, desconforto, dificuldade para engravidar e até infertilidade. 

É possível engravidar tendo endometriose? É sim! E Tamize Ferreira está aí para provar que esse sonho pode se tornar realidade. 

Em uma conversa com o Podcast Nós Tentantes, um projeto que busca dar vós para assuntos que são tabus, Tamize contou detalhes de como tudo aconteceu para o episódio "Gravidez natural com endometriose profunda e trombofilias". 

Ela foi diagnosticada com endometriose profunda crescendo para o intestino. Os sintomas apareceram desde sua adolescência e ela lidou com a doença por grande parte de sua vida. 

Inúmeras barreiras foram ultrapassadas por Tamize, que contou com a ajuda de seu esposo, Jorge Luís Rodrigues Murgas, para alcançar o sonho de engravidar. 

Depois de oito anos marcados por frustrações, algumas cirurgias, gestações que não prosperaram e ainda, em meio a tudo isso, o aparecimento de trombofilia hereditária, ela não desistiu e conseguiu vencer. 

Em um mês em que teve apenas duas relações sexuais com o esposo, Tamize engravidou naturalmente. 

A doutora Luciana Chamié explicou a importância dos exames por imagem na hora do tratamento contra a endometriose. 

“Com o diagnóstico por imagem, o médico tem condições de detectar se a paciente realmente é portadora da doença, se o grau da endometriose é leve, moderado ou severo e quais principais estruturas de seu corpo estão comprometidas pelo problema”, explicou. 

Dra. Luciana falou sobre a importância de um diagnóstico precoce: “A maioria dos estudos mostra intervalos de tempo entre início dos sintomas e diagnóstico de sete a dez anos ou até mais tempo, sobretudo nos dias atuais em que postergar a gravidez é bem normal”

A profissional ressaltou a importância de um acompanhamento médico e alertou que cada caso é individual. 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI