Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima

Por que às vezes as minhas pálpebras tremem?

Entenda o que está por trás do incômodo treme-treme

Máxima Digital Publicado em 08/03/2017, às 11h00 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

Um dos motivos mais comuns para o sintoma é o acúmulo de stress
Um dos motivos mais comuns para o sintoma é o acúmulo de stress - Shutterstock

Conjuntivite, síndrome do olho seco, mal de Parkinson e síndrome de Tourette podem ser as desordens responsáveis por aquele tremor nas pálpebras. Se você não está com esses problemas e ainda assim sofre com o desconforto, é sinal de que as suas emoções andam à flor da pele. "Nesse caso, o tremor acontece porque liberamos hormônios ligados ao stress, que vão para o sistema nervoso autônomo. Lá, eles levam estímulos para as pálpebras, que passam a ter contrações involuntárias", explica a oftalmologista Andrea Barbosa* (RJ). No geral, fazer atividades relaxantes soluciona a questão. Ideias? Meditação, esportes (se for ao ar livre melhor ainda), brincar com seu pet, encontrar aquela amiga para um bate-papo divertido...

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI