Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima

Primeiro tratamento injetável contra o HIV é aprovado

Nos Estados Unidos, o medicamento aprovado contra o HIV pode ser um substituto às pílulas diárias

Máxima Digital Publicado em 22/12/2021, às 12h20

Primeiro tratamento injetável contra o HIV é aprovado - Freepik
Primeiro tratamento injetável contra o HIV é aprovado - Freepik

A Food and Drug Administration, conhecida como FDA, aprovou o primeiro medicamento injetável para casos de HIV. 

Segundo os dados do órgão regulamentador dos Estados Unidos, o medicamento, que recebeu o nome de Cabenuva, deverá ser aplicado uma vez ao mês. 

A ideia é que esse tratamento substitua aqueles feitos com pílulas e comprimidos diários pelos pacientes. 

O medicamento deve ser administrado em dependências hospitalares e precisa de orientação médica para sua aplicação. 

De acordo com as informações da FDA, os pacientes que forem investir nesse tratamento devem ser acompanhados por profissionais da saúde, assim como os que não seguirem com esse tratamento. 

O medicamento tem previsão de chegada nos Estados Unidos a partir de fevereiro de 2022. 

Até o momento, não há previsões de chegada do tratamento no Brasil. 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI