Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima

Proteja seu cão dos fogos de artifício no fim do ano

Eles têm a audição mais sensível do que a dos humanos, por isso detestam o som das explosões. Na tentativa de fugir do barulho, podem se machucar e até infartar. Saiba o que fazer para amenizar o desconforto

Diane Neubüser Publicado em 09/12/2015, às 10h00 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

Cães e fogos de artifício
Cães e fogos de artifício - Shutterstock

1.       Durante a queima de fogos, brinque, dê petiscos e brinquedos ao cão. É uma forma de fazer com que ele se distraia e/ou associe o barulho a coisas boas.

2.       Você pode tentar abafar o barulho externo deixando-o num cômodo com música e ventilador ou ar condicionado ligados. É importante também que ele tenha algum local para se aconchegar, como sua caminha.

3.       Evite ‘consolar’ o cão. Pegar ele no colo, passar a mão e tentar acalmar reforça o comportamento de medo.

4.       Não grite com seu cão na tentativa de fazer ele se comportar. Sentir a exaltação do seu tutor também reforça a sensação de que existe um risco.

 Consultoria: Gustavo Campelo, adestrador da clinica Cão Ideal

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI