Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Saúde e Bem Estar » Transplante capilar

Transplante capilar: tricologista desvenda mitos e verdades sobre o assunto

Para esclarecer dúvidas recorrentes à respeito do transplante capilar, o tricologista Dr. João Gabriel Nunes desmistifica pontos importantes sobre procedimento que vem crescendo cada vez mais no Brasil

Máxima Digital Publicado em 28/04/2021, às 16h22

Tudo que você precisa saber sobre transplante capilar
Tudo que você precisa saber sobre transplante capilar - Freepik

O setor da beleza é um dos que mais tem crescido no Brasil. A vaidade está alinhada com os procedimentos estéticos que estão cada vez mais aprimorados no mercado.

Muito tem se falado sobre a vaidade masculina e calvície. De acordo com a Sociedade Brasileira do Cabelo, cerca de 42 milhões de brasileiros sofrem da doença que pode ser atrelada a diversos fatores, como o estresse, má alimentação, uso inadequado de produtos capilares e a predisposição genética.

Os procedimentos para tentar reverter essa situação são inúmeros, mas o transplante capilar é, atualmente, o mais utilizado no mundo para o tratamento da queda de cabelo aguda.

Pensando na relevância dos cabelos para a vaidade masculina, o médico João Gabriel Nunes, especialista em tricologia do Centro Médico Capilar, ramo da medicina que estuda os cabelos, elencou seis mitos e verdades sobre o procedimento, que ainda gera muitas dúvidas nos pacientes.

A técnica F.U.E. (Follicular Unit Extraction) é o procedimento cirúrgico mais procurado pelos pacientes de transplante capilar?

“VERDADE! O método é favorito dos clientes por ser um procedimento artesanal que tem como objetivo deixar um aspecto harmônico. Por respeitar a densidade e a angulação das hastes capilares, a técnica F.U.E deixa uma aparência mais natural.”, disse o tricologista.

O procedimento é minimamente invasivo?

“VERDADE! O procedimento é minimamente invasivo sim. O médico retira fio a fio da área doadora para transplantar para a parte do couro cabeludo que está calva. São colocados, aproximadamente, 50 a 100 fios a cada cm², e é possível fazê-lo em uma sessão, quando a área do paciente permite.”, disse Dr. João.

Após o transplante capilar a pessoa precisa ter uma semana de repouso?

“MITO! O paciente que realiza o transplante capilar pode retornar às atividades no dia seguinte. Só é preciso alguns cuidados onde foram implantados os fios, para que a continuidade do tratamento seja saudável e segura.”, explicou.

Os fios que foram implantados, se caírem, não nascem mais?

“MITO! Os fios podem sim cair, mas são extremamente resistentes. Uma
grande vantagem desta técnica é que os fios implantados são geneticamente protegidos contra a queda.”, esclareceu o tricologista.

O transplante capilar dá resultado somente nas pessoas que perderam pouco cabelo?

“MITO! As pessoas que possuem o topo da cabeça sem cabelo, sem terem uma boa área doadora também podem voltar a ter os cabelos cheios e cheios de vida. O transplante capilar é indicado para diversos tipos de casos, e é sempre indicado procurar um tricologista, alinhar a realidade X expectativa, avaliar todo histórico e entregar um diagnóstico assertivo.”, explicou Dr. João.

Os cabelos que forem transplantados ficam com a aparência de “cabelo de boneca”?

“MITO! É possível conseguir um excelente resultado e muito natural, selecionamos fios unitários para iniciar a linha frontal e com mais densidade, seguimos com um degradê até a coroa, aplicando técnicas de visagismo e referência do próprio paciente com fotos de quando ainda tinha suas características preservadas. Por respeitar a densidade e a angulação das hastes capilares, a técnica F.U.E deixa uma aparência mais natural. O paciente terá cabelos saudáveis e, como principal benefício, vai recuperar sua autoestima.”, disse o tricologista.

 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI