Máxima
Busca
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos / Famosos

Gabriela Prioli fala sobre sinceridade com internautas: "Jamais vou mostrar algo que não é verdadeiro"

Recentemente a jornalista postou uma foto chorando e fez um desabafo em suas redes sociais

Máxima Digital Publicado em 25/10/2023, às 12h15

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Gabriela Prioli fala sobre sinceridade com internautas: "Jamais vou mostrar algo que não é verdadeiro" - Instagram
Gabriela Prioli fala sobre sinceridade com internautas: "Jamais vou mostrar algo que não é verdadeiro" - Instagram

Recentemente Gabriela Prioli surgiu em suas redes sociais em um clique chorando e na legenda da foto ela falou sobre a importância de figuras públicas mostrarem a vulnerabilidade além da fama.

Na ocasião, a jornalista escreveu: "Outro dia, eu postei aqui um relato de um dia não tão bom e vocês me disseram que ajudou. Então, segue essa foto minha às sete da manhã chorando no banheiro do quarto de hóspedes (para ninguém me ver ou ouvir), para vocês começarem a segunda lembrando que isso aqui é sempre um recorte e que todo mundo tem as suas dores e está fazendo o seu 'apesar de'".

"Como na internet a ressalva é sempre necessária: Sim, eu tenho absoluta consciência dos meus privilégios. E mesmo consciente eu não deixo de doer. Compartilho apenas para servir de alento para alguns. Se não é o seu caso, só passar... (E sim também, é por isso que eu posto menos: cobrança demais)", finalizou.

Após a publicação, Gabriela conversou com a Quem sobre romper as barreiras da perfeição nas redes sociais: "Não vejo que exista cobrança em ser uma figura pública, porque eu me tornei uma figura pública me mostrando muito inteira. Então, o que as pessoas tiveram de mim sempre foi isso".

"Se existia alguma cobrança em outro sentido para que eu mostre uma perfeição mentirosa, eu, infelizmente, vou ter que frustrar essa expectativa porque eu jamais vou mostrar algo que não é verdadeiro", disse.

"É natural também que, ao olhar o outro que só tem coisas boas nesse recorte que eles nos apresenta, a gente se sinta menos, inferior, insuficiente. Então, eu acho importante a gente tentar ao máximo mostrar essa nossa completude para que a gente se humanize e todo mundo possa ter uma existência mais gentil", afirmou.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!