Máxima
Busca
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
LGBT / LGBT

Ator de Bridgerton, Jonathan Bailey, sobre homossexualidade: "Desde os 11 anos"

O ator falou sobre sua experiência de ser uma criança gay que viveu em uma zona rural conservadora na Inglaterra

Máxima Digital Publicado em 17/11/2023, às 15h10

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Ator de Bridgerton, Jonathan Bailey, sobre homossexualidade: "Desde os 11 anos" - Instagram
Ator de Bridgerton, Jonathan Bailey, sobre homossexualidade: "Desde os 11 anos" - Instagram

O ator Jonathan Bailey, conhecido por sua atuação na série Bridgerton, falou sobre como foi ser uma criança gay em uma zona rural conservadora da Inglaterra.

Ele falou como pessoas “fora da normatividade” eram vistas como “não aceitáveis” na comunidade onde viveu a infância e adolescência. Em entrevista ao Gay Times, Jonathan falou um pouco sobre o assunto.

“Foi assim que me senti enquanto crescia, simplesmente porque não conhecia nenhum gay ao meu redor”, falou.

Jonathan está estrelando um romance gay ao lado do ator Matthew Bomer, chamado Companheiros de Viagem, e revelou que está dedicando seu tempo em uma parceria com a instituição Just Like Us, que trabalha com escolas e faculdade que garantem que os jovens queer possam ter oportunidades.

Durante a entrevista, o ator comentou sobre como entendia sua sexualidade desde os 11 anos, porém, a falta de representação LGBTQIAPN+ o impediu de "florescer" por completo.

“A mídia divulgou histórias tão negativas em relação à situação difícil da experiência gay, então eu realmente não tive acesso a nada que me fizesse sentir bem-vindo ou que eu ficaria bem, e eu era alguém que estava muito consciente sobre quem eu era”, comentou.

“Falei sobre isso desde os 11 anos. Eu me pergunto como teria sido minha vida se o vocabulário e os embaixadores tivessem entrado na minha escola. Isso definitivamente teria me ajudado a me sentir mais seguro e a florescer mais rápido. Para mim, esse tipo de confiança em mim mesmo surgiu mais tarde na vida por não ter isso", acrescentou.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!