Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » Saudade

Adriane Galisteu se emociona ao falar da morte precoce do irmão

Alberto faleceu em 1996, aos 28 anos, vítima de HIV

Máxima Digital Publicado em 10/05/2019, às 16h13 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

 Adriane Galisteu
 Adriane Galisteu - Reprodução/ Rádio Globo

 Adriane Galisteu raramente fala sobre a perda de seu irmão. Mas, na última quarta-feira, 8, a apresentadora abriu o coração para o programa ‘Papo de Almoço’, da Rádio Globo. 

A youtuber expôs o preconceito que Alberto e a família sofreram durante a época de tratamento do rapaz, que morreu vítima de HIV, em 1996, aos 28 anos. 

"Posso falar com todas as letras o que é o preconceito. O que eu vivi. Minha mãe viveu isso muito. A única referência que a gente tinha era do Cazuza. A gente tinha um medo de falar disso, ele tinha pavor! Eu só falei da doença dele depois que ele faleceu. Antes, a gente não tocava no assunto porque as pessoas deixavam de dar a mão pra gente, de cumprimentar", disse emocionada. 

Na sequência, a atriz ainda expôs que seu posicionamento, após o fato triste, pode ter ajudado outras famílias de portadores: "Cada um reage de uma maneira. Depois que meu irmão faleceu, eu me senti no direito de falar e tenho certeza de que ajudei muita gente", contou ela.

 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI