Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » Revelação

Franciely Freduzeski relata doença e faz alerta: ''Pelo amor de Deus, não coloquem Metacril''

Após internação, Franciely Freduzeski se pronuncia na web e faz alerta aos seguidores

Máxima Digital Publicado em 17/08/2019, às 10h18 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

Franciely Freduzeski
Franciely Freduzeski - Reprodução/Instagram

A modelo e atriz, Franciely Freduzeski, teve um grave problema de saúde na última semana e deu um susto nos fãs. Isso porque, a morena precisou ficar internada por quatro dias para tratar uma neurite causada por uma substância chamada Metacril, aplicada por ela há mais de sete anos na região dos glúteos. 

"Eu queria corrigir uma celulite, sei lá. Ou seja, pensem um pouco mais nas suas vaidades, ouça seus médicos. Depois o preço pode ser muito caro", declarou a atriz.

Já em casa, a modelo usou sua conta do Instagram para compartilhar com seus mais de cinquenta mil seguidores um longo desabafo relatando tudo o que aconteceu com ela. Franciely contou sobre as dores causadas pela dose de Metacril e revelou que teve depressão. 

“Bem, vamos lá…vou usar essa foto para ilustrar o que eu mais quero de volta; sorrir! Vou esclarecer também algumas coisas. Há quase dois anos tenho dor que começou no bumbum, foi para as costas, desceu para a minha perna direita, depois para o braço, mão, foi radiando para as costas e pescoço. Parei de andar, escovar o dente, tomar banho, sair e me isolei. Quando tinha dias bons eu voltava com um sorriso no rosto e tentava disfarçar minha preocupação e tristezas comigo mesma”, começou ela.

“Parei de trabalhar, de responder pessoas e me sentia uma pessoa chata. Fui a vários médicos: ‘você tem isso, você tem aquilo’. Exames de todos os jeitos nos melhores hospitais, fiz tudo. Nada de melhorar. Descobri a depressão. Sempre comentei com todos os médicos que eu tinha colocado um pouco de Metacril no bumbum. Todos diziam: ‘é muito pouco, não tem nada a ver’. Minha dermatologista que é um anjo na minha vida me proibiu de fazer, fiz escondido. Isso tem uns 8 anos, não sei exatamente. E eu não precisava, ela sempre desconfiou do Metacril e dos males que faz mesmo depois de anos, é um corpo estranho”, revelou a modelo. 

A morena aproveitou para falar sobre o processo de tratamento da doença: “Enfim, tanta dor descobri endometriose de diferente formas e modelos. Operei. Já passou quase um ano e eu só piorava, procurei outros médicos: ‘ah você tem algo estranho’. ‘Mas o que?’, ‘não sei’. Fui a um médico que no consultório me examinou como nenhum outro. Foi bastante claro comigo. Não me deu nenhum diagnóstico feliz, mas tem cuidado de mim. Comecei um tratamento com imunoglobulina, não sei por quanto tempo. Sei que preciso o quanto antes combater a inflamação no meu nervo”, disse.

Em seguida, Franciely fez um alerta aos seguidores: “A tal da Neurite. Pelo amor de Deus, não coloquem Metacril. O Metacril é uma substância que é praticamente impossível de ser retirada. Foi inventado há anos atrás para próteses dentárias, colar ossos, mas tem muitos riscos para a saúde. Existe risco do Metacril migrar para outros lugares do seu corpo.Que foi o que aconteceu comigo. Tem uma pesquisa feita em 2016 que fala que mais de 17 mil pessoas foram prejudicadas por essa substância. Uma bobagem feita para que? Nada. Hoje minha vida mudou, tenho dor crônica, tomo remédios, tenho limites. Mas tenho Deus e acredito em milagres”, finalizou.

 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI