Máxima
Busca
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
LGBT / LGBT

Lei que cria a Semana Contra a Lesbofobia é sancionada

O projeto de lei foi proposto por Brisa Bracchi e foi sansionada em Natal, no Rio Grande do Norte

Máxima Digital Publicado em 25/08/2023, às 10h10

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Lei que cria a Semana Contra a Lesbofobia é sancionada - Reprodução
Lei que cria a Semana Contra a Lesbofobia é sancionada - Reprodução

O Dia da Visibilidade Lésbica, é celebrado no próximo dia 29, e a Semana Contra a Lesbofobia foi sancionada, na última quarta-feira, 12, e passa a entrar em vigor no calendário oficial de Natal, capital do Rio Grande do Norte.

A vereadora Brisa Bracchi, do PT, tomou a iniciativa do projeto de lei que pretende informar a população sobre as violências sofridas especificamente pelas mulheres que têm relação afetiva, ou sexual, com outras mulheres.

“Para a gente conseguir acabar com a realidade dura do lesbocídio e da lesbofobia é preciso que a sociedade assuma esse enfrentamento. E essa lei visa exatamente a promoção de campanhas, atividades e ações públicas para que possamos construir uma cultura de não violência contra as mulheres lésbicas de Natal e de todas as partes”, explica a vereadora.

O lesbocídio é uma nuance do feminicídio que mira nas vidas de mulheres lésbicas por meio da lesbofobia.

O propósito da lei faz a diferenciação dos tipos de violência enfrentados pelos homens e pelas mulheres que formam a população LGBTQIAP+.

“Casos de lesbocídio são diferentes dos casos de homofobia, ainda que ambos sejam motivados pelo preconceito contra pessoas não-heterossexuais, ou não-adequadas às normas do que é entendido como o que deve ser o feminino e o masculino, a chamada heteronormatividade", disse o projeto.

"Esta diferença tem base nas especificidades da condição de ser lésbica e das hierarquias de gênero, ou seja, das relações assimétricas de poder entre homens e mulheres na sociedade”, cita o projeto.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!