Máxima
Busca
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
LGBT / Histórias

Museus de São Paulo se juntam para contar histórias de pessoas LGBTQIAPN+

O Museu da Diversidade Sexual e o Museu da Pessoa se uniram em um novo propósito

Máxima Digital Publicado em 24/08/2023, às 15h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Museus de São Paulo se juntam para contar histórias de pessoas LGBTQIAPN+ - Freepik
Museus de São Paulo se juntam para contar histórias de pessoas LGBTQIAPN+ - Freepik

O Museu da Diversidade Sexual e o Museu da Pessoa tiveram uma nova iniciativa. Juntas, as instituições se uniram no projeto 'Vivências LGBTQIAPN+', que busca contar histórias de pessoas da comunidade. 

A ideia do projeto especial, que foi oficializado em abril e acontecerá até o fim do ano, é que pessoas LGBTQIAPN+ possam contar suas vivências e sejam enaltecidas.

No decorrer da iniciativa, histórias de membros da comunidade, que residem em São Paulo e na região metropolitana, serão registradas, considerando critérios de interseccionalidade de raça/etnia, gênero, idade, classe e localização geográfica.

Durante as entrevistas, serão abordados enfoques em que falem sobre os motivos dessas pessoas terem vindo à São Paulo e, também, haverá um número de grupos considerável de pessoas invisibilizados na sigla, como pessoas agênero e não-binárias.

"Ser agente na salvaguarda das histórias e das memórias das pessoas das comunidades LGBTQIAPN+ é uma das principais ações do Museu da Diversidade Sexual. Uma atuação, cuja parceria com o Museu da Pessoa, vem para somar forças", disse Khadyg Fares, pesquisadora do Museu da Diversidade Sexual.

"O projeto Vivências LGBTQIAPN+ fortalece a importância de incluir diversas perspectivas e vivências na construção do conhecimento histórico, proporcionando uma representação mais rica e inclusiva da comunidade LGBTQIAPN+", falou Lucas Torigoe, coordenador de pesquisa do Museu da Pessoa.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!