Máxima
Busca
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Na TV / LGBT

Minissérie nacional irá abordar epidemia de Aids no Brasil nos anos 80

Máscaras de Oxigênio (Não) Cairão Automaticamente é uma série original da HBO Max e contará com atores LGBTQIAP+

Máxima Digital Publicado em 21/08/2023, às 14h30

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Minissérie nacional irá abordar epidemia de Aids no Brasil nos anos 80 - Instagram
Minissérie nacional irá abordar epidemia de Aids no Brasil nos anos 80 - Instagram

A minissérie nacional Máscaras de Oxigênio (Não) Cairão Automaticamente já começou a ser produzida pela HBO Max e terá como assunto principal a epidemia de Aids no Brasil nos anos 80 retratando as dificuldades para obter medicamentos para combater a doença.

Na trama, Fernando, interpretado por Johnny Massaro, é um comissário de bordo que, em uma viagem para os Estados Unidos, trouxe remédios, incluindo o coquetel AZT, para pacientes em estado avançado da Aids para o país.

Na época, o medicamento capaz de amenizar os efeitos do HIV no corpo, mas ainda não era autorizado em território brasileiro pela Anvisa.

Além de Johnny Massaro, Ícaro Silva também complementa o elenco, interpretando Raul, que trabalha em uma boate que acolhe vítimas da doença, além de ser amigo de Fernando.

O elenco conta com outros nomes anunciados, como a atriz Bruna Linzmeyer, Igor Fernandez e a atriz Carla Ribas, que dará a vida a mãe do personagem de Johnny Massaro.

Pensando na representatividade na série, Ícaro Silva, Johnny Massaro, Bruna Linzmeyer e Igor Fernandez também são pessoas da comunidade LGBTQIAP+ na vida real.

Há outros personagens importantes, como duas comissárias de bordo e um piloto e todos entraram no esquema por inúmeros motivos. A médica infectologista Marcia Rachid, autora do livro “Manual de HIV / Aids”, ajudou no trabalho de pesquisa da série.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!