Solte o verbo

O desabafo é uma arma eficaz contra os males da alma, como depressão e angústia. A seguir, quatro maneiras de se libertar e encontrar no diálogo um grande aliado.

Máxima Digital

Ao se abrir com alguém, a gente divide o peso dos problema e se sente melhor | <i>Crédito: Shutterstock
Ao se abrir com alguém, a gente divide o peso dos problema e se sente melhor | Crédito: Shutterstock

1. Vá aos poucos: quem tem muita dificuldade de se abrir deve fazer isso devagar, como num treino. Observe como agem as pessoas que conseguem extravasar com equilíbrio e tente imitá-las. Mas vá com calma: comece compartilhando situações menos tensas, que não exijam de você tanto autocontrole. Depois que estiver mais segura de si mesma, vá enfrentado problemas mais difíceis.

2. Espante o medo de sentir medo: o maior empecilho de conseguir se abrir para o outro é o receio de ser rejeitado ou mal interpretado. Quando o medo é exagerado, geralmente a pessoa tem baixa autoestima. A solução? Desabafar com quem você confia e sabe que não vai fazer nenhum juízo de valor sobre os seus comentários.

3. Tenha calma, sempre: quando o assunto é delicado, a forma como você vai comunicá-lo é muito importante. Nesse caso, desenvolva técnicas para falar com calma e educação. Se você é uma pessoa intensa, escolha bem o momento para não afugentar os outros.

4. Aprenda com os fatos: se da última vez que você desabafou com alguém houve um mal-entendido, analise a conversa e identifique em que nível ela foi satisfatória ou incômoda. O desconforto surge quando você não consegue se expressar claramente e, na tentativa de encontrar subterfúgios, perde o foco, daí o contexto toma outro rumo. Pense qual seria a melhor forma de você ter falado sobre o que a incomoda.

25/07/2017 - 11:00

Conecte-se

Revista Máxima