Máxima
Busca
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos / Famosos

Luísa Sonza faz pronunciamento após processo judicial polêmico

A cantora fez um pronunciamento em suas redes sociais após processo judicial

Máxima Digital Publicado em 06/10/2022, às 10h10

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Luísa Sonza faz pronunciamento após processo judicial polêmico - Instagram
Luísa Sonza faz pronunciamento após processo judicial polêmico - Instagram

Na última quarta-feira 6, Luísa Sonza usou suas redes para se pronunciar sobre o processo no qual foi acusada de racismo. No texto de retratação a cantora, em parceria com a mulher que a processou, pediu desculpas a ela e a todos que foram ofendidos.

Na publicação, Luísa reconhece que o gesto em que pediu para a moça lhe trazer um copo de água "traduziu um ato de reprodução do racismo estrutural".

Além do texto de pronunciamento, a cantora gravou uma série de vídeos para reforçar seu pedido de desculpas, reforçar sua responsabilidade em não reproduzir práticas racistas e explicar seus pronunciamentos ao longo do caso.

“Estou aqui agora com tudo resolvido e sendo feito da maneira que eu acreditava ser correta em relação a tudo isso. Não via sentido de vir aqui pedir uma desculpa só para me livrar de uma culpa.”, começou ela.

“Acho que seria de extrema hipocrisia da minha parte a partir do momento em que comecei a entender tecnicamente essa situação e me aprofundar nesse assunto.”, disse.

“Entendi que esse processo não era sobre a indenização, mas sobre o direito e o desespero de ser ouvida por uma situação que acontece diariamente com as pessoas e que a gente faz o tempo todo sem nem saber que está fazendo.”, continuou.

"Minha decisão a partir do momento em que entendi tudo isso foi primeiro resolver todas as questões com a Isabel, conversar, ouvir e pedir desculpas diretamente. E também resolver isso judicialmente, que é a forma correta.”, falou.

“Esse texto eu fiz com a Isabel, de uma maneira que ela se sentisse confortável e satisfeita com isso. Estou feliz que tenha conseguido resolver isso com ela, e quero agracer muito a ela por ter aceitado conversar comigo.”, prosseguiu.

“Agora, sim, acho que me sinto pronta para falar sobre isso, reiterar publicamente meu pedido de desculpas à Isabel e estendê-lo a toda a comunidade preta e a todo mundo que sofre com racismo estrutural.”, acrescentou.

"Também já quero pedir desculpas a tudo que foi postado, tanto por mim quanto pela minha equipe jurídica. Eu fiquei sabendo disso (do processo) por uma matéria distorcida, alegando que eu estava sendo processada por crime racial por ter dado um tapa numa pessoa preta. Isso é mentira.”, explicou.

“A gente se posicionou na época em relação a essa notícia, e na época estavam saindo várias outras fake news. Inclusive, processamos o jornalista, só que isso é um outro assunto.”, disparou.

“Lidando o tempo todo de uma maneira errrada, de uma maneira muito jurídica da situação e sem entender a parte humana. Muita coisa foi deturpada, o que só ocasionou mais dor e sofrimento para a Isabel, o que me entristece demais.”, revelou.

"A nossa educação, nossa sociedade e nossa estrutura inteira são racistas. A Justiça sempre vai estar do lado do branco. Isso é uma problemática que vai além de qualquer intenção indivual nossa.”, continuou.

“O racismo estrutural está entranhado na sociedade, e tem que partir de atos como esse da Isabel, de tomar essa atitude, porque é a forma que ela poderia ser ouvida e olhe lá!”, disse.

“Não é que nós, brancos, temos culpa do que nossos antepassados fizeram, mas a gente tem a responsabilidade de mudar essa estrutura. Só da gente existir reproduz o racismo, porque a gente está numa estrutura em que os nossos priivilégios independem da nossa vontade.”, falou.

“Para a gente combater isso, precisa ter atitudes individuais em que a gente não compactua com o que a gente vive. Isso é muito triste, eu também fico decepcionada comigo mesma de não ter entendido e buscado isso antes. Mas que sirva de alerta para as pessoas entenderem isso a fundo para não repetir o mesmo erro que eu cometi.”, desabafou.

“Mil desculpas. Saibam que eu não quero que isso tenha um ponto final ou que eu nunca mais fale sobre esse assunto. Agora é mais ainda uma resposabilidade minha falar sobre isso e ser uma pessoa de fato antirracista que tenta da melhor forma não contribuir para que isso siga existindo.”, finalizou.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!