Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » Tecnologia

Proteção à vida! Projeto reconhece sintomas de depressão nas redes sociais e pode prevenir suicídios

O 'Algoritmo da Vida', da Rolling Stone Brasil, já detectou mais de 300 mil mensagens potencialmente depressivas

MÁXIMA Digital Publicado em 19/03/2019, às 15h25 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

O Algoritmo da Vida detectou quase 300 mil menções que potencialmente utilizam a linguagem da depressão.
O Algoritmo da Vida detectou quase 300 mil menções que potencialmente utilizam a linguagem da depressão. - GETTY IMAGES

Já foi o tempo em que os manuais da redação estavam certos sobre jornalistas não poderem mencionar o termo "suicídio" nas matérias produzidas diariamente.

O tema passou a ser mais importante ainda diante de tantos atentados à vida e acontecimentos que têm sido observados tanto na internet, quando na "vida real" nos últimos tempos. Chegou o momento de darmos mais atenção ao que leva uma pessoa a tirar a própria vida!

No Brasil, os números são assustadores! 32 brasileiros se suicidam por dia. Em 2018, o número total chegou a 11 mil pessoas, sendo que o Ministério da Saúde afirmou que 20% dos casos foram entre jovens de 15 a 19 anos. 

Foi pensando nisso que a Rolling Stone Brasil lançou o projeto chamado Algoritmo da Vida, nesta segunda-feira, 18.

ALGORTIMO DA VIDA: SINTOMAS DE DEPRESSÃO

A proposta do projeto é que algoritmos sejam capazes de identificar sintomas de depressão pelas palavras, frases e expressões escritas por usuários do Twitter.

Muitos dos termos incluídos nessa que pode ser chamada de "gramática da depressão" foram retirados do diário do astro Kurt Cobain. O músico tirou a própria vida aos 27 anos e muitos dos termos usados por eles indicavam que alguma coisa não estava bem!

O estudo tentou entender quais são os pedidos de ajuda, voluntários ou involuntários, que existem por trás de cada termo e quando o algoritmo encontra um perfil potencialmente depressivo, ele é imediatamente indicado para uma "checagem cuidadosa de uma equipe treinada para considerar, inclusive, contexto, ironias e recorrência de termos e periodicidade", como consta no site da Rolling Stone.

O Algoritmo da Vida está em operação desde fevereiro e detectou quase 300 mil menções que potencialmente utilizam a linguagem da depressão.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI