Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
LGBT / Proteção

Líderes religiosos se comprometem com princípios de proteção para pessoas LGBTQIA+

Mais de 150 líderes religiosos se comprometeram com seis princípios-chave de proteção para pessoas LGBTQIA+

Máxima Digital Publicado em 25/03/2022, às 13h00

Líderes religiosos se comprometem com princípios de proteção para pessoas LGBTQIA+ - Internet
Líderes religiosos se comprometem com princípios de proteção para pessoas LGBTQIA+ - Internet

Mais de 150 líderes religiosos se se comprometem com novos princípios de proteção para pessoas LGBTQIA+. O projeto conta com seis princípios-chave e foi acordado entre os líderes religiosos, acadêmicos e líderes leigos de todo o mundo.

Os membros se reuniram nesta semana na Comissão Inter-religiosa Global de 2022 (GIC) sobre Vidas LGBTQIA+ e concordaram com as medidas de proteção para as pessoas queer que muitas vezes são discriminadas dentro de suas comunidades religiosas.

No evento, patrocinado pelo Foreign, Commonwealth & Development Office (FCDO), um dos tópicos abordados foi uma uma pesquisa especialmente encomendada sobre o quão prejudicial é a chamada "terapia de conversão". Durante o debate, foi destaque os números que comprovam que a prática aumenta as taxas de suicídio.

Agora, foram selecionados seis princípios de proteção. São eles: empoderamento, prevenção, proporcionalidade, proteção, parceria e responsabilidade.

Na nova medida, os líderes concordaram que "todos devem ser livres para viver uma vida digna , consistente com sua sexualidade e identidade de gênero dentro de suas comunidades religiosas, sem medo ou julgamento". 

"Reconhecemos que muitas pessoas LGBTQ+ enfrentam discriminação, rejeição e ódio significativos, e por isso nos comprometemos a trabalhar para proteger todas as pessoas LGBTQ+ de danos, onde quer que ocorram em contextos religiosos e seculares", alega o princípio 'Proteção'.

Os líderes presentes no evento se comprometeram a terem o direito de cuidar das pessoas LGBTQIA+. Eles também reconheceram que, muitas vezes, a comunidade tem sido ignorada e marginalizada pela sociedade. 

"É muito encorajador ver a importância que tantos líderes religiosos de todo o mundo deram a este evento, com muitos limpando suas agendas e vindo a Londres para mostrar sua solidariedade e apoio a este projeto crítico de Salvaguarda", falou Jayne Ozanne. , o organizador da delegação e Diretor do GIC.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI