Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima

10 alimentos que previnem doenças crônicas e cardiovasculares

70% das causas de morte no país estão relacionadas às doenças crônicas, como obesidade, diabetes, pressão alta, câncer e cardiovasculares. Veja o que não pode faltar no seu prato para evitá-las

Diane Neubüser Publicado em 28/01/2017, às 13h51 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

Frutas vermelhas — ricas em antioxidantes e anti-inflamatórios, previnem as doenças do coração
Frutas vermelhas — ricas em antioxidantes e anti-inflamatórios, previnem as doenças do coração - Foto Shutterstock

1. Cacau em pó: é antioxidante e estimula a dilatação dos vasos sanguíneos, ajudando na redução da pressão arterial. 

2. Pão de forma integral: rico em fibras, colabora com a sensação de saciedade, favorece o bom funcionamento do intestino e ajuda no controle do açúcar no sangue (glicemia). Por este motivo, este alimento é indicado para diabéticos ou pessoas com resistência à insulina (pré-diabetes). 

3. Quinoa: fonte de proteínas, vitaminas, minerais, fibras e antioxidantes (nutrientes relacionados ao melhor controle de peso e dos níveis de colesterol). Também combate o envelhecimento precoce, certos tipos de câncer e mal de Parkinson, e reduz o risco de doenças degenerativas. 

4. Cúrcuma (açafrão-da-terra): condimento rico em curcumina, um composto com ação antioxidante e anti-inflamatória, que ajuda a controlar o peso corporal e atua na prevenção de câncer e doenças do coração e fígado. 

5. Linhaça: um de seus componentes mais importantes é a lignana, que atua nos ajustes hormonais e tem ação anticâncer. 

6. Frutas vermelhas e roxas: ricas em antocianinas e flavonoides, compostos com efeitos antioxidantes, anti-inflamatório e com atividade anticancerígena, ajudam na prevenção de doenças do coração, câncer e Alzheimer. Morango, jabuticaba e cereja ao natural são alguns exemplos.

7. Oleaginosas: fonte de gorduras insaturadas, são benéficas à saúde do coração e estão relacionadas com a redução do colesterol. Nozes, castanhas (do Pará ou de caju), amêndoas, amendoim, pistache e macadâmia são deliciosas puras e também como acompanhamento de saladas ou frutas.

8. Chia: contém ômega-3, um tipo de gordura fundamental à saúde e que possui efeito protetor ao coração, além de ser rica em fibras que ajudam a regularizar o funcionamento do intestino. 

9. Aveia: composta por fibras solúveis do tipo beta-glucana, que têm efeito de redução da absorção de colesterol. 

10. Massa grano duro: quando cozida até o ponto “al dente” e mantida na geladeira por trinta minutos antes do consumo, a massa grano duro forma o “amido resistente”, um tipo de carboidrato que resiste ao processo de digestão e fermenta no intestino, alimentando bactérias locais que são benéficas à saúde. Uma flora intestinal saudável está relacionada com melhor controle de peso e menor risco de desenvolvimento de doenças inflamatórias intestinais e diabetes.

Fonte: Mariana Nacarato, consultora em nutrição

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI