Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » União LGBTQIA+

Papa Francisco pede que união civil entre casais LGBTQIA+ seja legalizada: "São filhos de Deus"

Em posicionamento histórico, líder da Igreja Católica afirmou que ninguém deve ser punido por conta de sua orientação sexual

Máxima Digital Publicado em 21/10/2020, às 16h20

Papa Francisco pede que união civil entre casais LGBTQIA+ seja legalizada
Papa Francisco pede que união civil entre casais LGBTQIA+ seja legalizada - GettyImages

Declaração histórica! 

Papa Francisco afirmou que os homossexuais precisam ser protegidos por leis de união civil. A declaração foi o posicionamento mais claro que o líder da Igreja Católica já usou para falar de direitos dos LGBTQIA+. 

No documentário Francesco, que estreou nesta quarta-feira, 21, na Itália, o Papa Francisco, pediu, pela primeira vez, a legalização da união civil entre pessoas do mesmo sexo, segundo a Agência de Noticias Católica. 

"O que temos que criar é uma lei de união civil. Dessa forma, elas as pessoas da comunidade LGBTQI+ estarão legalmente cobertas", disse Francisco, que ainda deixou claro que ninguém deve ser punido por conta de sua orientação sexual. "Os homossexuais têm o direito de fazer parte da família. Eles são filhos de Deus e têm direito a uma família. Ninguém deve ser expulso ou miserável por causa disso", afirmou.

Os rumores que circulam dentro do Vaticano dizem que esse sempre foi o posicionamento do Bispo de Roma, contudo, anteriormente, ele teria se posicionado contra por questões envolvendo a Igreja Católica, que resiste à aceitação da do amor entre pessoas do mesmo sexo.

A fala do pontífice surge na metade do filme. Na produção, ele ainda fala sobre temas com os quais se importa, como o ambiente, pobreza, migração, desigualdade racial e de renda e pessoas mais afetadas por discriminação.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI