Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima

Sete benefícios oferecidos pela vitamina D

Só se fala nesse nutriente presente em peixes, leites e derivados, e que depende da exposição solar para se fixar no organismo. E existem boas razões para tamanho destaque. Veja só!

Patrícia Affonso Publicado em 30/09/2015, às 12h12 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

Para ser absorvida, a vitamina D precisa dos raios solares
Para ser absorvida, a vitamina D precisa dos raios solares - Shutterstock

1. Fortalece os ossos
O nutriente é essencial para a absorção adequada do cálcio, mineral que fortalece ossos e dentes. Pessoas com deficiência de vitamina D chegam a aproveitar 30% menos de cálcio proveniente da alimentação.

2. Alívia dos desconfortos da TPM
Mais vitamina D no corpo significa, também, mais cálcio. E mais cálcio, por sua vez, garante menor incidência das cólicas menstruais. A explicação: o nutriente controla as contrações musculares que ocorrem no ventre e geram o desconforto.

3. Mantém o coração saudável
A vitamina superpoderosa atua no controle das contrações do músculo cardíaco, responsáveis pelo bombeamento de sangue. E tem mais: permite o relaxamento dos vasos sanguíneos, ajuda a regular a pressão arterial e protege as artérias da formação de placas.

4. Auxilia na manutenção do peso
A vitamina D está envolvida na produção da insulina. Sua deficiência reduz os receptores desse hormônio nas células, levando à resistência, que obriga o pâncreas a produzi-lo em maior escala. O resultado: o organismo fica com o processamento do açúcar prejudicado, passa a acumular mais gordura e o apetite aumenta.

5. Importante para a saúde do cérebro
Pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Exeter, no Reino Unido, levantaram que pessoas com baixos níveis de vitamina D têm uma probabilidade 53% maior de desenvolver demências e são 70% mais propensas a desenvolver o mal de Alzheimer em comparação as que apresentam quantidades aceitáveis do nutriente. Em indivíduos com deficiência severa do nutriente, o risco sobe para 125% e 120%, respectivamente.  

6. Reforça as defesas do corpo
Níveis adequados de vitamina D no organismo garantem proteção extra contra a contaminação por vírus e bactérias. E uma vez que a contaminação ocorre, quem conta com boas reservas do nutriente se recupera mais rápido. Isso porque a vitamina modula as células de defesa e estimula a produção de um tipo de proteína que combate as infecções.

7. Favorece a gestação
No primeiro trimestre ela pode evitar os temidos abortos espontâneos, causados por rejeição do organismo à implantação do embrião no útero. Já no final da gravidez é um fator protetor contra a pré-eclâmpsia (hipertensão arterial na gestante). 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI