Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » Dramaturgia

Autora de 'Amor de Mãe', Manuela Dias revela detalhe inédito sobre a novela: ''Ela não tem vilão''

A autora Manuela Dias revelou a diferença entre 'Amor de Mãe' e as novelas convencionais e deu detalhes sobre suas personagens

Máxima Digital Publicado em 25/11/2019, às 07h35 - Atualizado às 07h35

Manuela Dias revela detalhe inédito sobre a novela 'Amor de Mãe'
Manuela Dias revela detalhe inédito sobre a novela 'Amor de Mãe' - Instagram

A próxima novela das nove da Rede Globo, 'Amor de Mãe', começará nesta segunda-feira, 25, e já está dando o que falar. Segundo a autora, Manuela Dias, a história será um pouco diferente das novelas que os telespectadores estão acostumados já que não terá um antagonista.

Em entrevista concedida à coluna de Maurício Stycer no portal UOL, Manuela comentou que no começo as pessoas estranharão essa novidade, mas as coisas ficarão mais claras no decorrer da história: "Esse é um princípio da dramaturgia da novela. Ela não tem vilão. Gosto de personagens pluridimensionais. É difícil você dizer que os personagens desta novela são totalmente bons ou totalmente maus. Não tem nenhum. Todos têm nuances, tem complexidade".

A namorada de Murilo Benício revelou que os vilões estão em todos os lugares, porque as personagens comentem erros e mesmo assim não deixam de ser quem são: "Assim, além da maternidade, da questão da estratificação social, a novela fala muito sobre isso, sobre pessoas muito boas que também cometem erros horríveis. As minhas três protagonistas cometeram erros horríveis. A gente vai descobrir ao longo da novela. E isso não faz com que elas deixem de ser boas".

A autora relacionou a história da novela com a vida real: "Hoje em dia, numa época de muito pouca tolerância, é importante a gente conseguir ver isso. A complexidade das pessoas. A nossa própria complexidade. Até num sentido de legalização da nossa complexidade. Às vezes, a gente tem inveja de alguém. Normal, né? Mas aí você logo quer criminalizar esse sentimento porque você não pode sentir inveja, porque inveja é uma coisa ruim".

Por fim, Manuela comentou sobre a busca por uma novela mais realista e por isso a escolha de personagens comoventes: "A novela é uma louvação a essa mãe guerreira, a esta luta pala vida. É isso que me comove, esse ser humano na luta para ficar vivo, para ser bom".