Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » ACUSAÇÃO

Jorge Sestini é indiciado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar

Viúvo de Caroline Bittencourt responderá por tragédia com a modelo no litoral norte de SP

Máxima Digital Publicado em 07/05/2019, às 08h33 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

Jorge Sestini e Caroline Bittencourt
Jorge Sestini e Caroline Bittencourt - Reprodução/Instagram

Jorge Sestini será indiciado por homicídio culposo pela morte da esposa, Caroline Bittencourt.

A tragédia aconteceu no dia 28 de abril, quando o casal saiu para um passeio de barco em Ilhabela, litoral norte de São Paulo, onde Jorge tem uma casa de veraneio.

Uma forte tempestade tomou conta da região e Carol acabou caindo no mar, o que levou ao afogamento.

De acordo com a Polícia Civil, existe um novo desvendar do ocorrido. As informações foram divulgadas na noite desta segunda-feira, 6.

Segundo o inquérito, há indícios da conduta culposa do empresário.

Mesmo ciente sobre o tempo ruim, ele seguiu com o passeio em alto-mar.

Para o delegado, houve 'negligência' da parte de Sestini. 

O inquérito também afirma que existem "seguros subsídios que permitem concluir pela responsabilização criminal de Jorge Nogueira Sestini".

"Jorge foi advertido verbalmente para se acautelar, posto que 'iria entrar um Noroeste, no sábado ou no domingo'", dizia uma parte do documento.

O viúvo ainda teria sido alertado sobre a situação de emergência via WhatsApp:

"Pessoal, está feio aqui em Itanhaém está indo em direção a vocês. abriguem-se, ok? Já estamos em emergência aqui com duas embarcações que estão conseguindo sair... se tiverem no sangava fiquem por aí, não saiam até passar estarei on line aqui para ajudá-los".

A missa de sétimo dia de Caroline Bittencourt aconteceu ontem, na Igreja Nossa Senhora do Brasil, zona oeste de São Paulo. Amigos e familiares marcaram presença para orar pela modelo.