Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » Desabafo

Yasmin Brunet revela opinião sobre consumo de carne e faz pedido aos fãs: ''Abram sua mente''

Yasmin Brunet compartilha desabafo na web e faz pedido aos seguidores

Máxima Digital Publicado em 26/08/2019, às 13h52 - Atualizado às 13h52

Yasmin Brunet
Yasmin Brunet - Reprodução/Instagram

Yasmin Brunet, filha de uma das maiores atrizes do Brasil, Luiza Brunet, usou sua conta oficial do Instagram na noite do último domingo, 25, para fazer um pedido aos seus mais de dois milhões de seguidores

Yasmin publicou um vídeo em que aparece cercada por bezerros enquanto acaricia um deles. Na legenda, a loira abriu o coração ao falar sobre o consumo de carne, e ainda pediu para os internautas se conscientizarem. 

“Se esse post fosse há alguns anos atrás eu falaria de uma forma agressiva e mais ‘radical’, mas hoje entendo que não posso pedir compaixão sem dar compaixão. Sei que cada pessoa tem sua jornada e direito de escolha. Não julgo quem é diferente de mim. A única coisa que peço é que cada um de vocês faça o possível para uma mudança positiva na vida de vocês”, começou.

Ela continuou o texto comparando os bezerros com animais domésticos: “Como vocês podem ver nesse vídeo, os bezerros e vaquinhas são tão carinhosos como cachorrinhos. Na verdade, não existe diferença entre eles. Sei que aprendemos desde crianças que têm animais para amar e outros para comer, mas essa diferença não existe”.

Yasmin informou que não é a intenção criticar os carnívoros, porém, pediu para as pessoas abrirem a mente em relação ao assunto: “Não venho aqui dizer que você deve mudar radicalmente hoje (gostaria, mas sei que isso pode não ser a realidade pra muitos), mas peço que cada um tenha compaixão e carinho no coração. Abra sua mente para novas possibilidades mesmo que comecem aos poucos”.

A loira finalizou o texto pedindo para que os fãs compartilhassem suas experiências com ela: “Me contem aqui nos comentários se você já está parando de comer carne, se já parou, se está diminuindo, se é algo que quer fazer… quero saber como está sendo esse processo pra vocês. Seja a mudança”, concluiu.