Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima

5 sinais de que você precisa ir ao dentista já

Os problemas orais podem afetar o bem estar do corpo inteiro, trazendo complicações cardiovasculares e do diabetes, distúrbios renais e respiratórios, hepatite e outras doenças. Conheça os sinais de alerta

Diane Neubüser Publicado em 22/03/2017, às 11h00 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

O mau estado da saúde bucal pode comprometer funções do corpo todo
O mau estado da saúde bucal pode comprometer funções do corpo todo - Foto Shutterstock
Caso você identificar algum desses sintomas, procure um dentista imediatamente: 

Dor de dente
Um levantamento do Departamento de Saúde Pública dos Estados Unidos revelou que as crianças perdem mais de 51 milhões de horas-aula por ano por causa de problemas dentais. A cárie é a causa mais comum da dor de dente, que aumenta à medida que o nervo do dente fica mais exposto.

Sangramento

O sangramento deve ser investigado se persistir por mais de dois ou três dias. O problema pode ocorrer se a pessoa escovar os dentes com muita força, mas as principais causas são gengivite, traumas, distúrbios hemorrágicos, doenças como a leucemia e o escorbuto e próteses móveis mal ajustadas.

Sensibilidade

Bebidas quentes ou geladas podem causar dor em pessoas com dentes hipersensíveis. Isso pode ser resultado de cáries dentárias, dentes fraturados, esmalte desgastado, doenças na gengiva ou ainda raiz exposta. O tratamento levará em conta a causa do problema e o  grau de sensibilidade

Fratura

Com o aumento da expectativa de vida e a incorporação de novos hábitos alimentares, os dentes vêm sendo cada vez mais exigidos. Como os dentes trincados ou fraturados apresentam diversos sintomas, é importante procurar um especialista na presença de dor ao mastigar, dor ao entrar em contato com bebidas muito quentes ou muito frias ou dor localizada.

Abcesso

É o acúmulo de pus em torno da raiz do dente causado por infecção bacteriana. O tratamento consiste em drenar o pus e limpar e desinfetar a área. Em casos muito graves, a extração do dente é necessária.

 Fonte: Mario Groisman, Mestre em Ciências Dentais pela Universidade de Lund, na Suécia

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI