Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima

Cuidado com a WhatsAppite!

Decorrente do uso excessivo do aplicativo de mensagens, graças ao teclar frequente, o problema compromete a articulação do pulso. Aprenda a evitá-lo sem se isolar do mundo

Carmen Cagnoni Publicado em 18/05/2016, às 11h00 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

Usar aplicativo de mensagem pode causar tendinite
Usar aplicativo de mensagem pode causar tendinite - Shuterstock

Falar com seu amor, amigos, familiares e chefes por meio de mensagem de texto, de forma rápida, segura e barata! Com tantos atrativos, o WhatsApp virou febre fazendo com que todos passem grande parte do tempo teclando, teclando, teclando... Acontece que a repetição dos movimentos pode causar dores, principalmente nos punhos e polegares, e gerar inflamação no tendão desencadeando tendinite. “É muito comum, hoje, as pessoas ficarem horas no celular, digitando, realizando movimentos repetitivos e sem intervalos. Isso pode causar uma inflamação dos punhos, gerando dor no local que depois se irradia por toda a musculatura ao redor”, explica Mauricio Marteleto, médico ortopedista e membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SP). O especialista avisa: pessoas que são afetadas pela chamada WhatsAppite, termo usado pela revista médica britânica The Lancet para definir o problema, precisam se submeter a um tratamento específico.

 

Segundo o ortopedista, não é recomendado aliviar a dor (e mascarar o problema) com anti-inflamatórios para continuar a teclar, transformado a tendinite e a hérnia de disco em doenças crônicas. Na maioria dos casos, a melhora dos sintomas é apenas transitória porque o medicamento enfraquece a resposta normal mediada pelo sistema imunológico. “Quando o organismo é enfraquecido pelo uso crônico de medicamentos incorretos, a doença pode vir a se disseminar para o sistema nervoso central e, nesse caso, dizemos que a dor se torna neuropática. A primeira coisa a fazer é cessar o agente agressor, evitando forçar a musculatura e os tendões. Em segundo lugar, deve-se combater o quadro doloroso de uma forma diferente, resolvendo a inflamação em vez de criar uma doença crônica. Para resolver o problema existem diversas técnicas de reabilitação, como o uso do ozônio medicinal, gás que pode tratar a tendinite”, afirma o especialista.

 

Mudanças de atitude também ajudam!

 

·        Estabeleça horário para o uso do celular, como o período comercial, por exemplo, para não utilizá-lo excessivamente.

·        Use o recurso de voz. Assim, você pode conversar sem precisar teclar. Essa é a principal maneira de descansar os dedos.   

·        Quando for indispensável digitar, procure fazer isso segurando o aparelho na linha do horizonte. Ficar curvado pode gerar problemas na coluna.

1.   O celular também libera radiações eletromagnéticas que são prejudiciais à saúde e podem causar problemas nos músculos e em vários órgãos e tecidos. Por isso, é importante manter o aparelho afastado do corpo (pelo menos 20 cm) na hora de dormir e durante o dia carregá-lo sempre dentro de uma bolsa.

2.   Para quem realmente precisa fazer uso contínuo desse aplicativo, e de outros, a dica é fazer uma pausa a cada 30 ou 40 minutos para descansar os tendões.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI