Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Saúde e Bem Estar / Esfoliação

Dermatologista alerta qual esfoliação é adequada para cada tipo de pele

Dermatologista Cintia Cunha também falou sobre os cuidados com o procedimento

Redação Publicado em 27/07/2022, às 13h30

Dermatologista alerta qual esfoliação é adequada para cada tipo de pele - Freepik
Dermatologista alerta qual esfoliação é adequada para cada tipo de pele - Freepik

A procura por produtos e conhecimento sobre skin care cresceu exponencialmente.

Hoje, apenas no TikTok, a hashtag #skincare contabilizou 99,7 bilhões de visualizações, e o levantamento feito pelo Instituto de Pesquisa Kantar mostrou que a categoria de cuidados pessoais cresceu 13% em vendas em 2020 na América Latina. Ainda, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), houve um crescimento de 161,7% nos 10 primeiros meses de 2020 nas vendas de produtos destinados à pele.

É importante considerar que há uma vasta gama de opções de produtos, mas nem todos são direcionados para todos os tipos de pele. Os esfoliantes são um exemplo.

A esfoliação tem o objetivo de causar a renovação celular, trazendo benefícios para a pele, como a eliminação de manchas, maior produção de colágeno e uma melhoria na textura, deixando a pele mais lisa e brilhante, assim como poros mais fechados.

O tratamento é indicado, segundo a dermatologista Cintia Cunha, para pessoas com tendências à cravos, poros mais dilatados e uma pele mais envelhecida, com rugas mais grossas. Não é indicado o uso de esfoliantes para quem possui rosácea ou sensíveis e alérgicas, além de melasma e pessoas que sentem ardência ao aplicar cosméticos.

"Existem diferentes tipos de esfoliação para a pele. A esfoliação pode ser física, a partir de micropartículas, que é o que fazemos quando misturamos um hidratante com açúcar cristal, por exemplo, ou quando compramos sabonetes esfoliantes que têm esferas no produto para poder promover uma renovação física", explicou a médica.

A dermatologista contou ainda que outra maneira de realizar uma esfoliação física, feita em clínicas através dos peelings de diamante e cristal, é por meio da ponteira do aparelho com uma superfície rugosa e o jato de microcristais, respectivamente. Porém, é necessário ressaltar que cada tipo de esfoliação representa um nível de intensidade.

Segundo a Dra. Cintia, para uso caseiro, as esponjas e sabonetes esfoliantes ajudam bastante. A esfoliação do corpo e rosto é semelhante, o que diferencia é o tipo de material utilizado para cada área. Em geral, pelo corpo ter uma pele mais espessa requer partículas de esfoliação maiores, apontou a dermatologista.

"Mas ela também pode acontecer de maneira química, é o que acontece quando fazemos algum tipo de peeling. Os peelings são maneiras de promover uma esfoliação da pele por meio de ácidos aplicados em diferentes concentrações, do mais leve ao mais potente. Quando atingem algumas camadas da pele, causam um processo de alteração celular em que a pele é obrigada a se descamar, a se renovar", contou a especialista.

A dermatologista alertou sobre os cuidados exigidos com a esfoliação e principalmente por se tratar de um processo mais agressivo, não deve ser feito exageradamente. De acordo com as informações da médica, uma vez por semana é o suficiente, e mesmo assim, dependendo das características de cada pele, essa frequência pode ser menor.

"Quando falamos de tipos de esfoliação e tipos de pele, não depende tanto da pele ser oleosa, seca ou sensível, nada disso. Depende da combinação de ativos que esse paciente está utilizando", alertou.

Ela explicou: "Pessoas que usam ácidos, como ácido retinóico, substâncias que já deixam a pele muito sensibilizada, são pessoas que se fizerem esfoliação, ela será feita talvez uma vez por mês ou menos".


Sobre Cintia Cunha CRM/MG 45305 | RQE 32461
Referência em dermatologia no Brasil, com 13 anos de experiência na área de saúde estética. Sua atuação é voltada para cosmiatria, cicatrizes, manchas, rejuvenescimento e tricologia médica. Ela tem como propósito levar autoestima, bem-estar e qualidade de vida a seus pacientes por meio dos tratamentos adequados às necessidades de cada um. Speaker da Galderma, é responsável pela capacitação e atualização em técnicas para aplicação de preenchedores e toxinas Brasil afora e conquistou prêmios nacionais e internacionais. Possui um centro completo de dermatologia em Uberlândia (MG), a clínica Audatti, na qual atende o cantor Lucas Lucco. Já impactou mais de 3 mil profissionais com cursos próprios de gestão empresarial voltado para médicos.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI