Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima

Dor na relação sexual? Confira cinco causas possíveis

O sintoma não deve ser considerado normal. Com o tratamento adequado, é possível solucionar a questão e garantir mais satisfação na cama

Patrícia Affonso Publicado em 21/06/2016, às 13h40 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

dor no sexo não é normal
dor no sexo não é normal - Shutterstock

A dor é um alerta do organismo que sinaliza que algo não está funcionando bem. E durante a relação sexual, que deve ser um momento prazeroso, isso fica ainda mais evidente. A ginecologista Lilian Fiorelli, da Alira Medicina Clínica e Cirúrgica (SP) listou os cinco principais fatores que podem ocasionar o problema. E ressalta a importância de buscar ajuda médica. “O importante é não ter vergonha de conversar com o parceiro nem com o médico sobre o assunto. Procure a orientação necessária, faça os tratamentos de acordo com a causa diagnosticada e aproveite uma vida mais feliz e prazerosa”, orienta Lilian.

1. Falta de lubrificação

Sem a lubrificação natural, o atrito causado pela penetração pode ocasionar microfissuras na mucosa da vagina o que gera a dor. A dor diminui a excitação e a sensação de prazer, o que diminui ainda mais a lubrificação e gera-se um ciclo.

2. Infecção urinária ou cistite

Ardência, incômodo ou dor durante a relação sexual ou mesmo após o ato podem indicar uma cistite, que é uma infecção e/ou inflamação da bexiga, em geral causada por bactéria. Como a bexiga fica muito próxima à vagina, quando há infecção, o contato contínuo na relação pode piorar o incômodo.

3. Candidíase

 A candidíase em geral está associada ao corrimento branco, às vezes com coceira, e bastante dor na hora da penetração. Esta infecção é causada pelo crescimento excessivo de um tipo de fungo denominado Candida. Ele é normalmente encontrado em pequenas quantidades na vagina, não causando qualquer sintoma. No entanto, certos medicamentos e problemas de saúde podem favorecer o crescimento exagerado.

 4. Endometriose

A endometriose é uma situação na qual as células do endométrio, camada que reveste a parede interna do útero, cresce em outras regiões do corpo, principalmente na região pélvica (no útero, ovário, intestino, reto e bexiga). Quando o endométrio está localizado em outras regiões do organismo, é como se estas partes “também menstruassem” e o sangramento fica dentro da barriga ocasionando aumento da dor no período menstrual. Se a endometriose estiver localizada próximo da vagina, em locais como atrás do útero, nos ovários ou pela pelve pode ocasionar dor na relação sexual.

5. Vaginismo

O principal sintoma do vaginismo é a dor durante a tentativa de penetração. O incômodo é causado porque o assoalho pélvico, em um espasmo muscular, fecha a região em volta da vagina. Essa musculatura, ao contrair, impede a penetração. A tentativa machuca e, então, provoca dor. Essa contração é feita de maneira involuntária e pode ser ocasionada por razões fisiológicas ou psicológicas. 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI