Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Comportamento » Que tal sair desse padrão?

Não consegue ter relacionamentos amorosos? Psicóloga explica que isso pode estar ligado a autoestima

Amanda Fitas também dá dicas de como transformar aquele rolo em um grande amor

Marina Pastorelli Publicado em 17/10/2020, às 20h00

Psicóloga dá dicas de como transformar aquele rolo em um grande amor
Psicóloga dá dicas de como transformar aquele rolo em um grande amor - Freepik

São diversos os motivos que levam uma pessoa a ficar solteira. Por exemplo, pode ser porque ela não tenha encontrado alguém especial, ou esteja curtindo o momento sozinha.

Alguns nem se afetam com isso, enquanto, para outros, esse cenário pode ser uma verdadeira frustração. Em muitos casos, as pessoas acabam por não querer se relacionar com ninguém e os encontros acabam se resumindo a dates casuais.

"Relacionamento amoroso é um desafio, ele exige muito da pessoa, podem até ter brigas e conflitos, que geram cargas emocionais pesadas. Muitas pessoas preferem ficar em uma vida mais confortável e acreditam que se não se submeterem a uma relação, serão mais felizes. A felicidade pode vir de um prazer de curto prazo ou trabalho, como conquistar uma carreira e dinheiro”, explica a psicóloga Amanda Fitas.

A profissional destaca que esse medo de encarar uma relação amoroso pode estar ligado a autoestima, embora esse não seja um fator determinante.

“Muitas vezes essa pessoa não acredita que vá manter uma relação, nem desenvolver habilidades. Ela não vê a relação como duradoura, que dará certo. Ela já parte do princípio que não vai dar ou que ela não é boa o suficiente para aquela pessoa, então isso pode influenciar. Mas isso não significa que todas as pessoas com autoestima não irão se envolver, porque a maioria arrisca. Não é determinante... Mas a autoestima influencia”, pondera.

É extremamente comum que a insegurança ligada a autoestima venha de relacionamentos antigos – e nem sempre amorosos.

“Com muito autoconhecimento. A pessoa precisa olhar para suas fragilidades, sentimentos, feridas e desenvolver aquilo que dói. É necessário enfrentar o desconhecido, principalmente se a pessoa tem vontade de ter algo e reluta porque é uma eterna frustração interna, mas se ela se conhecer, descobrir como trabalhar naquilo que é dolorido, ela pode abandonar isso”, argumenta.

Além das inseguranças pessoais, sempre existe aquele medo de estar numa página diferente da do parceiro.

E se o outro estiver só interessado em sexo?

“Nem sempre é tão claro saber se uma pessoa só quer se envolver sexualmente. É preciso ficar atento aos sinais – se a pessoa não desenrola muito assunto, sem curiosidade sobre a vida, sem planos, é provável que a situação seja mais sexualizada. Se uma pessoa quer um envolvimento mais sério, mas a outra pessoa só a procura ao longo do tempo com essa finalidade, não é um bom sinal. Não que isso seja uma regra, não podemos rotular o comportamento das pessoas, mas existem sinais que precisam ser analisados e esses são alguns que eu poderia citar”, pontua.

Amanda também dá dicas de como transformar aquele rolo em um grande amor, algo sério e duradouro.

“A pessoa tem que enxergar que você ao lado dela é algo que suplementa. Ela precisa enxergar que você ao lado dela será melhor do que ela individualmente. Quando conseguimos comunicar para outras pessoas que, de fato podemos agregar em algo com a nossa personalidade, habilidades, temos muito a oferecer”, disse.

A profissional enfatiza que isso não significa que você tem que se doar para outra pessoa, nem é preciso se desesperar, fazer de tudo, sufocar o outro, pelo contrário.

“Se a pessoa consegue comunicar um valor e ao mesmo tempo essa disponibilidade de entrega, de tornar a vida do outro melhor, tem grandes chances de fazer com que a outra pessoa realmente queira transformar isso em algo sério. Mas tudo são possibilidades. Existem pessoas que mesmo você sendo muito maravilhoso, não vão querer ficar do seu lado. Por isso é sempre bom o autoconhecimento, para não sufocar o outro e se perder”, finaliza.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI