Máxima
Busca
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima

Cavalo-marinho: confira curiosidades e como cuidar desse animal

Com características incríveis e únicas, esse peixe ósseo pode ser criado em aquários

Redação EdiCase Publicado em 20/04/2023, às 15h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Na mitologia grega, o cavalo-marinho está associado a Poseidon, o deus do mar (Imagem: Gustavo MS_Photography |  Shutterstock)
Na mitologia grega, o cavalo-marinho está associado a Poseidon, o deus do mar (Imagem: Gustavo MS_Photography | Shutterstock)

O cavalo-marinho é uma criatura fascinante e única. Ele é conhecido por sua aparência distinta, com um corpo longo e magro e uma cabeça semelhante a um cavalo. Tem uma cauda preênsil, que lhe permite se agarrar a objetos e se mover em águas rasas. 

Esse animal pertence à família Syngnathidae, que também inclui peixes-pipa e peixes-agulha. Existem cerca de 50 espécies diferentes de cavalos-marinhos, variando em tamanho de 1,5 cm a mais de 30 cm de comprimento. É encontrado em todo o mundo, principalmente em águas rasas e costeiras, onde se agarra a plantas marinhas e corais. 

Mitologia grega

Na mitologia grega, o cavalo-marinho está associado a Poseidon, o deus do mar. De acordo com a lenda, ele tinha um carro puxado por cavalos-marinhos dourados e prateados, que o ajudavam a governar as águas. Além disso, esse animal também é associado ao tritão, uma criatura metade homem e metade peixe que servia como mensageiro do deus do mar.  

Cavalo-marinho amarelo com pontinhos pretos. Ele está na água
Os machos carregam e dão à luz aos filhotes (Imagem: Basicdog | Shutterstock)

Características marcantes 

Uma das características mais notáveis dos cavalos-marinhos é que eles são os únicos animais em que os machos carregam e dão à luz aos filhotes. A fêmea, por sua vez, deposita os ovos na bolsa incubadora do macho, onde são fertilizados e protegidos até a eclosão. Inclusive, são bichinhos monogâmicos e muitas vezes acasalam com o mesmo parceiro por toda a vida. 

Além disso, assim como os camaleões, eles também são capazes de mudar de cor para se camuflar com o ambiente ao seu redor e evitar predadores. Também têm olhos independentes, o que significa que podem olhar em duas direções diferentes ao mesmo tempo. 

Aquário ideal 

O cavalo-marinho é um animal de água salgada. Por isso, em ambiente doméstico, ele precisa de um espaço grande o suficiente para o seu tamanho, limpo e bem oxigenado. A filtragem e circulação da água devem ser adequadas para evitar a acumulação de detritos. Além disso, é importante manter a temperatura da água entre 22°C e 25°C.Ele também precisa de plantas e corais para se agarrar e se esconder, e se adapta melhor em aquários com luz suave e indireta. 

Cuidados com a alimentação 

A alimentação do cavalo-marinho é outro aspecto importante para manter o animal saudável. Ele precisa de uma dieta rica em proteínas, e geralmente se alimenta de pequenos crustáceos, camarões e plâncton, que captura com sua boca em forma de tubo.  

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!