Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos / Cancelamento

Rafa Kalimann revela detalhes do seu cancelamento: "Chegou uma hora que eu dava bom dia e as pessoas falavam: 'Bom dia pra quem?'”

Em entrevista ao Pod Delas, podcast de Tata Estaniecki e Bruna Unzueta, a influenciadora Rafa Kalimann abriu o jogo sobre BBB, carreira e sua missão

Máxima Digital Publicado em 09/09/2021, às 16h49

Rafa Kalimann revela detalhes do seu cancelamento - Divulgação
Rafa Kalimann revela detalhes do seu cancelamento - Divulgação

Nesta quarta-feira, 8, o Podcast Pod Delas, apresentado por Tata Estaniecki e Bruna Unzueta recebeu a influenciadora digital, apresentadora, empresária, missionária e ex-BBB, Rafa Kalimann. Amigas de longa data, as três se divertiram relembrando o início de carreira juntas.

Rafa começou revelando que montou sua base de moradia no Rio de Janeiro, porém, mantém uma casa em São Paulo, uma em Uberlândia, onde vive toda a sua família e uma terceira, que está atualmente alugada, em Goiânia.

Para matar a curiosidade de muitos, a influenciadora contou sobre como foi chamada para o Big Brother Brasil. “Eles me ligaram em agosto, falaram que estavam com um projeto novo e se eu tinha interesse em participar, como já era meu sonho, eu topei na hora. Antes de entrar, eu fiquei quatro dias isolada no hotel, sem nada, sem relógio, sem televisão, passei lendo e escrevendo e lendo ”, contou a ex-sister.

Sobre a convivência e falta de privacidade na casa, a empresária garante que chega uma hora que você se acostumar, porque todo mundo vai ao banheiro, toma banho e mesmo com as câmeras, isso se torna normal.

Rafaella se emocionou quando lembrou que sua participação aconteceu no início da pandemia da covid-19. “A gente saiu no meio da pandemia, ficamos sabendo lá dentro, mas foi um choque não ter público, nossa família não estar lá. Tiago (Leifert), se emocionou muito e nos avisou que encontraríamos um mundo muito diferente aqui fora."

A influenciadora também falou sobre as dificuldades de trabalhar com internet e o cancelamento sofrido há alguns meses. “Eu estava meio no automático, compartilhando muitas coisas sem prestar atenção, ai compartilhei um vídeo de um pastor que falava sobre o casamento gay e só depois eu percebi que o contexto incomodou e até machucou muita gente”.

A finalista do BBB20 ainda diz que tudo foi muito pesado, que sofreu diversos insultos e ameaças, mas que pediu desculpas e acima de tudo aprendeu com a situação. “Chegou uma hora que eu dava bom dia e as pessoas falavam: 'Bom dia para quem?'”, contou

A convidada, que também é missionária, relembrou com saudade as viagens que fez para Moçambique, com a ONG Missão África. “Todas às vezes foram muito emocionantes, mas a viagem depois do furacão foi a que mais me marcou. Eles não tinham mais nada pegavam capim, barro, sal e água e faziam na fogueira para comer, só que nem isso tinha mais, eles não tinham nem mais fogo”.

Ela complementou: “Era tudo muito sofrido, eles atacaram o caminhão. Ali era um lugar onde a gente enxergava a fome”.

Rafa ainda falou sobre o início de carreira, que fazia permutas para se tornar conhecida. Que acreditava no seu potencial, mas não era pretensiosa a ponto de ter certeza que ganharia o reality. Revelou sua vontade de ser mãe e terminou dizendo que isso pode estar muito próximo.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI